Como rastrear cartão Caixa e acompanhar a entrega?

A Caixa envia o cartão pelos Correios. Veja como rastrear o cartão Caixa, e acompanhar a entrega.

Ao abrir uma conta corrente ou poupança na Caixa Econômica Federal, todos os clientes têm direito a um cartão de débito, para realizar transações financeiras nas agências da Caixa, estabelecimentos comerciais, etc. A Caixa envia o cartão pelos Correios em alguns dias depois da abertura da conta. Veja como rastrear e acompanhar esta entrega.

A Caixa está completando 160 anos em 2021: foi fundada em janeiro de 1861. Atualmente, a sede da instituição está instalada em Brasília e 87,5 mil funcionários atendem nas 3.407 agências espalhadas por todo o território nacional.

Como rastrear cartão Caixa

Como rastrear cartão Caixa

A Caixa oferece a opção de os novos clientes – pessoas físicas e empresas – retirarem os cartões na própria agência em que a conta foi aberta. A maioria, no entanto, prefere a entrega pelos, majoritariamente feita pelos Correios.

Nas agências, os cartões são disponibilizados cinco ou sete dias úteis depois da abertura da conta. A remessa pelos Correios demora de dez a quinze dias úteis e é feita com AR (aviso de recepção), que comprova a entrega. Nas localidades com maior volume de correspondência, o prazo de entrega pelos Correios é bem menor.

Veja também: Transferência de Caixa para Caixa cai na hora?

Os Correios permitem o rastreio online de todas as encomendas expressas registradas com o CPF ou o CNPJ do destinatário. Nem todos os bancos utilizam esta ferramenta, mas a Caixa já permite que os clientes acompanhem a entrega dos cartões.

Para acompanhar a entrega dos cartões, os internautas devem seguir os seguintes passos:

  • acesse o site dos Correios;
    na aba “Acompanhe seu objeto”, digite o número do CPF ou CNPJ;
  • na página seguinte, são informados os volumes (encomendas e correspondências) que estão em processamento, já foram encaminhados para os centros de distribuição e a previsão de entrega no endereço do cliente.

Cadastro nos Correios

Para o rastreamento de objetos, os Correios exigem que os consumidores façam um cadastro no site: é o IdCorreios. No primeiro acesso, os internautas são encaminhados diretamente ao formulário eletrônico, em que é necessário informar:

• perfil (pessoa física ou jurídica, empresa sediada fora do Brasil, estrangeiro residente no Brasil ou no exterior);

• dados pessoais. No caso de pessoas físicas, é preciso informar CPF, nome completo, data de nascimento, sexo e e-mail;

• dados de acesso – nome de usuário, senha e código de verificação;

• endereço completo, telefone fixo e celular.

Em seguida, é enviada uma mensagem de confirmação para o e-mail do interessado. Basta clicar em “ativar conta” e o serviço pode começar a ser utilizado normalmente.

Movimentando a conta

Os cartões de débito e crédito, por questões de segurança, são enviados bloqueados para o domicílio dos novos clientes. O desbloqueio pode ser feito através do SAC Caixa (0800-726-0101) ou nos terminais de autoatendimento, nas casas lotéricas ou em qualquer agência ou correspondente Caixa – que são empresas parceiras da instituição bancária que funcionam como postos de atendimento: drogarias, mercados, lojas de conveniência, etc. Os correspondentes são identificados com material de divulgação “Caixa Aqui”.

Recomenda-se que os novos clientes alterem a senha fornecida pela Caixa assim que receberem os cartões de débito e crédito. No caso de perda ou esquecimento, é necessário comparecer à agência para a geração de um novo código de segurança.

Segundas-vias de cartões e cartões adicionais (no caso de cartões de crédito, cuja utilização pode ser ampliada para os dependentes) podem ser solicitados pelos demais canais de atendimento.

Os cartões Caixa vêm com a opção “liga-desliga”, que permite o bloqueio temporário, para impedir o uso indevido. Neste caso, o desbloqueio pode ser feito em qualquer canal de atendimento: telefone, internet, autoatendimento ou balcão da agência. Esta opção não prevê o bloqueio da função “débito” nos cartões múltiplos.

Contas recém-abertas, correntes ou de poupança, podem ser movimentadas antes mesmo da entrega dos cartões de débito e crédito. Os clientes podem escolher entre as seguintes modalidades:

• atendimento presencial. Basta dirigir-se à agência e efetuar saques, depósitos e transferências. As operações podem ser feitas no caixa ou nos terminais de autoatendimento, mediante a expedição de um código para movimentação sem cartão;

• através do net banking – novos clientes podem acessar o site, baixar os arquivos de segurança, cadastrar-se e movimentar as contas na rede mundial, com acesso a todos os serviços previstos na abertura da conta na agência;

• através de aplicativos – o App Caixa está disponível na App Store e no Google Play, para download em dispositivos móveis com sistema iOS e Android, respectivamente.

Uma vez recebido o cartão, os clientes podem consultar saldos e extratos, fazer transferências também pelo telefone. As linhas são as seguintes:

  • 4004-0114 – para capitais e regiões metropolitanas;
  • 0800-726-0505 – para as demais localidades.

Estes números também podem ser acessados para bloqueio de cartões em caso de roubo ou extravio, solicitação de segunda via e, no caso das contas de poupança, para consultar informações sobre FGTS, PIS e seguro desemprego, além de alguns benefícios sociais, cujos saques podem ser convertidos em depósitos na conta do interessado.

Alguns cartões Caixa também podem ser utilizados para saques e compras no exterior – virtuais, em sites estrangeiros, ou presenciais; são os cartões de crédito internacionais. Nesse caso, é necessário habilitar previamente a opção nos canais de atendimento. Esta habilitação tem prazo de validade de um ano.

O que fazer quando o cartão da Caixa não chega?

Caso o prazo de entrega do cartão Caixa expire e o cliente não receba o cartão, é necessário entrar em contato com a agência, o que pode ser feito presencialmente, ou com a Central de Atendimento Caixa, através do telefone 0800-726-0101.

Eventualmente, os prazos de entrega podem ser dilatados. O volume de entregas dos Correios aumenta em novembro e dezembro de cada ano, em função das compras de fim de ano, e, em menor medida, nos meses de janeiro, maio, junho e outubro.

Caso haja problemas nos Correios, estes são informados no IdCorreios. É o caso, por exemplo, de greves do setor. A empresa de correspondência também informa no site as eventuais impossibilidades, como endereço inexistente ou ausência de um responsável no domicílio para assinar o termo de entrega (aviso de recepção).