Cachorrinho com sorriso diferente encontra uma nova família

Chupey, um cachorrinho dentuço, finalmente foi adotado e está feliz com a nova família.

Este é um cachorrinho sem raça definida que nasceu nas ruas de Stockton, na Geórgia (sudeste dos EUA). Chupey, na verdade, é um apelido: o nome real é Chupacabra, dado por moradores em função de uma característica anatômica especial: o peludo tem um sorriso diferente, “cheio de dentes”.

Ele foi resgatado, com os irmãos de ninhada, levado para um abrigo em Tucker (também na Geórgia) e submetido a um exame de DNA, que ajudou a explicar a aparência engraçada e desconcertante: Chupey tem uma trissomia parcial do sexto cromossomo, uma anomalia genética que determina características faciais específicas.

Cachorrinho com sorriso diferente encontra uma nova família

Antes de ser resgatado, no entanto, Chupey passou por maus bocados. Ele teve problemas hepáticos e perdeu alguns pedaços das orelhas, quando se envolveu em brigas com outros cachorros de rua.

Os resultados do exame

No caso deste cachorrinho, a trissomia é responsável pelo “largo sorriso”. Chupey é dentuço: tem os dentes desalinhados, que o obrigam a mostrá-los o tempo todo. A condição hereditária transforma o peludo em um cãozinho único: ele é divertido, amoroso e está sempre sorrindo para todos.

A análise do DNA também demonstrou que Chupey é uma verdadeira mistura. A maior parte dos genes foram transmitidos por cães das raças pitbull e rottweiler, mas ele também tem ancestrais entre american staffordshire terriers, pastores alemães, chow-chows e boiadeiros australianos. Chupey é uma verdadeira salada canina.

Cachorrinho com sorriso diferente encontra uma nova família

Os testes também trouxeram boas notícias. Chupey não apresenta tendências genéticas para nenhuma das doenças mais comuns entre os cães. Ele deverá se tornar um cachorro de porte médio para grande, muito saudável. As características de personalidade dependerão do tratamento que ele receberá dos tutores.

A adoção

O termo chupacabra diz respeito a uma suposta criatura responsável por ataques a animais em ambiente rural. As lendas surgiram em locais tão diferentes como Brasil, Porto Rico, EUA (Flórida), Nicarágua, Chile e México.

Cachorrinho com sorriso diferente encontra uma nova família

O primeiro suposto ataque foi relatado em Porto Rico, em 1995. Na ocasião, oito cabras foram encontradas com perfurações no tórax, totalmente esvaídas de sangue. Desde então, a lenda se espalhou pelos países da América.

Chupey, apesar do apelido, nunca revelou comportamento agressivo. O nome carrega uma forte dose de preconceito: a aparência dificultou bastante a adoção. Enquanto parte dos candidatos o achava simplesmente feio demais, outros temiam possíveis ataques.

Seja como for, não importa a forma como os cães nascem. Todos eles têm direito a uma vida digna e plena, ao lado de tutores amorosos e responsáveis. Todos os cachorros merecem ter uma família para chamar de sua.

Cachorrinho com sorriso diferente encontra uma nova família

Para ajudar a atrair candidatos a tutores, Chupey ganhou uma página do Instagram: @cheers.for.chupey (“um brinde ao Chupey”, em tradução livre). Ele já acumula mais de 1.700 publicações e é seguido por mais de 207 mil internautas.

Certo dia, uma mulher dedicada a ajudar animais de rua recebeu uma ligação. Do outro lado da linha, o interlocutor disse que tinha conseguido o número e ouviu dizer que ela “tinha experiência em cuidar de cães adotados”.

A mulher recebeu a descrição do cachorro que precisava urgentemente de uma família: “Ele tem olhos pequenos, mesmo para um filhote, e um focinho extremamente grande, que deixa os dentes à mostra. As orelhas se curvam de forma brusca”.

Cachorrinho com sorriso diferente encontra uma nova família

A nova tutora concluiu que efetivamente era um cachorro bastante estranho. Mas, se ninguém o queria, era um motivo a mais para recebê-lo. Introduzido na casa nova, Chupey passou a viver como um cão perfeitamente normal.

A tutora encantou-se com o carisma do peludo, que é muito dedicado e extremamente leal – ele é descendente de pitbulls e rottweilers, duas raças conhecidas como defensoras e guardiãs. Chupey consegue cativar todas as pessoas com quem interage.

A tutela deveria ser apenas provisória, para manter o cãozinho em um ambiente seguro, longe de outros cachorros, enquanto o abrigo providenciava um lar definitivo para ele. A voluntária, no entanto, encantou-se com o peludo e não permitiu que ele fosse levado.

Cachorrinho com sorriso diferente encontra uma nova família

Chupey acabou sendo adotado por ela, apesar de já ter conquistado uma série de fãs nas redes sociais. O cachorrinho despertou a atenção de centenas de internautas dispostos a recebê-lo em casa. Feio, dentuço e um grande sucesso!

A página de Chupey no Instagram continua sendo atualizada pela tutora, que sempre mostra os progressos obtidos pelo cãozinho. Ela também faz questão de mostrar as visitas ao veterinário, vacinas, vermífugos e outras providências que todo tutor responsável deve resolver.

Chupey está feliz e fazendo uma família humana feliz. Nada mal, para um cachorro que nasceu na rua, exibia anomalias na face, quase morreu por causa de ataques de outros cachorros e chegou a ser considerado um “caso perdido para adoção”.