Religiões orientais: o Taoísmo

Milenar tradição filosófica chinesa, o Taoísmo reúne milhões de fiéis em vários países.

O Taoísmo é uma religião chinesa baseada nos escritos de Lao-Tsé e Zhuangzi, que teriam vivido no século IV a.C., apesar de algumas fontes afirmarem que Lao-Tsé teria vivido no século VII a.C. Historiadores alegam que nenhum dos dois mestres teria sido uma personagem real, mas uma colagem de vários sacerdotes.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

O termo Tao significa caminho. O Taoísmo ensina que é preciso superar as dicotomias aparentes da realidade para poder equilibrar-se no caminho, em direção à elevação espiritual.

Veja também:

Conforme se observa nas obras de Lao-Tsé e Zhuangzi, a prática apresenta caráter essencialmente individual: os elementos da doutrina devem ser absorvidos naturalmente pelos praticantes para a superação dos defeitos, sem ritos nem mediações para a comunhão com a realidade cósmica. Por isto, a filosofia original nunca foi institucionalizada.

No entanto, as diferentes interpretações para os ensinamentos taoístas desenvolveram-se gradualmente e formaram, a partir do século II, escolas de pensamento, aliando à religião conceitos filosóficos mais antigos. Por exemplo, a Escola dos Naturalistas agregou o Yin-Yang e os cinco elementos primordiais.

Yin e Yang são os princípios passivo e passivo da natureza, que juntos formariam o Tao. Eles se complementam e não podem existir um sem o outro. Conflitos, doenças e desarmonias espirituais estariam relacionados a desequilíbrios entre as duas forças. O ser humano deve buscar o equilíbrio entre corpo e mente, entre corpo e ambiente, para percorrer o Tao.

Em comum, as escolas taoístas reverenciam Lao-Tsé e cultuam os ancestrais. Há rituais sofisticados de adivinhação, exorcismo, para afastar influências malignas, e exercícios para atingir o êxtase: a integração com a divindade. Compaixão, moderação e humildade são os “três tesouros” do Taoísmo.

Conceitos do Taoísmo institucional entrelaçaram-se com diversas tradições chinesas, como alquimia, medicina, astrologia, feng shui, várias artes marciais e até o Zen-Budismo. É difícil determinar qual a fonte de cada tradição.

O Taoísmo foi considerado religião oficial do Estado chinês diversas vezes, no decorrer dos séculos, mas desde o século XVII ele vem perdendo fiéis, especialmente para o Budismo. Com a implantação da República Popular da China, em 1949, todas as religiões foram perseguidas. O Taoísmo continuou sendo praticado em Taiwan, que a China considera como uma província rebelde.

Atualmente, o Taoísmo é uma das cinco religiões reconhecidas pelo regime socialista. No Ocidente, a popularização das crenças e costumes orientais atraiu simpatizantes para alguns conceitos taoístas. A conversão para a religião, no entanto, é difícil, face às diferenças culturais entre Oriente e Ocidente.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.