Conheça um pouco sobre as mulheres-girafas

Você, certamente, já viu alguma foto, filme ou desenho que fizesse referência a mulheres que costumam usar vários colares ao redor do pescoço o que lhes dá a aparência de terem o pescoço mais longo. Trata-se das, vulgarmente, conhecidas “mulheres-girafas”.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

As mulheres-girafas são parte do povo karens que, hoje, é radicado no norte da Tailândia. Essas mulheres, na verdade, fazem parte de um subgrupo dos karens identificados como padaung.

Há relatos de que no século XIX, viajantes já haviam encontrado essas mulheres que possuíam vários colares ao redor do pescoço, braços e pernas. Não se sabe ao certo a origem desse costume. Há quem diga que os colares servem de proteção contra os maus-espíritos, outros, afirmam que eles começaram a ser utilizados para que tigres não atacassem as mulheres padaung, uma terceira versão diz que o adorno teria sido imposto pelos maridos das mulheres padaung, por fim, muitas das próprias mulheres-girafas dizem que utilizam os adornos para se sentirem mais bonitas.

Muitas pessoas que fazem turismo pela Tailândia vão em busca dessas mulheres tão atraentes ao olhar. É comum o estranhamento, afinal, parece bastante doloroso carregar cerca de 10 quilos de anéis no pescoço e outros 10 pelo corpo. Apesar disso, muitas são as que afirmam viverem normalmente com os anéis. Ao contrário do que muitos pensam, o pescoço de uma mulher-girafa não se quebra quando os anéis são retirados – elas os tiram quando tomam banho. O pescoço – que não se alonga; o que ocorre é que a clavícula abaixa – fica bastante rígido mesmo sem os anéis; sem eles, elas não podem movimentar a cabeça.

As mulheres padaungs são responsáveis pela captação da renda dos lares enquanto os homens ficam, na maior parte das vezes, com os afazeres domésticos. Sendo assim, muitas passaram a se aproveitar do turismo fazendo uso de seu próprio costume como meio de sobrevivência. Infelizmente, graças a isso, muitas são as famílias cujas mulheres e filhas utilizam o adorno como forma de ganhar dinheiro.

Independente dos motivos que originaram esse costume, a tradição de alongar o pescoço tem perdido adeptas. Muitas mulheres padaungs, hoje, se recusam a participar do ritual que ocorre quando a menina tem cerca de 5 anos. Quando crescem, podem tirar os anéis sem que, com isso, sejam mal-vistas por outros dos padaungs. Com isso, as mulheres-girafas estão diminuindo de número.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

6 Comentários

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.