Como descobrir data de nascimento pelo CPF

É possível descobrir dados pessoais, inclusive a data de nascimento. Descubra Como descobrir data de nascimento pelo CPF.

Com o número do CPF – Cadastro de Pessoas físicas, um banco de dados administrado pela Receita Federal do Ministério da Economia –, é possível descobrir os dados pessoais do inscrito, como a data de nascimento, por exemplo.

Aprenda como descobrir data de nascimento pelo CPF

O site da Receita Federal disponibiliza informações sobre os cadastrados no CPF. Os interessados nos dados precisam se cadastrar no serviço público. Geralmente, o público é formado por empresas que querem identificar a situação financeira e fiscal de potenciais clientes.

A Receita Federal também disponibiliza um aplicativo para consultas de CPF. É possível consultar a situação, identificar os dados (nome completo, data de nascimento, etc.), regularizar cadastros suspensos e acompanhar a declaração de imposto de renda. O app está disponível das lojas de aplicativos para iOS e Android.

O Serasa Experian é um serviço de análises e informações para decisões de crédito e apoio a negócios, como a abertura de linhas de crédito. No site, é possível confirmar os dados (nome completo, data de nascimento, endereço cadastrado) e também verificar se o potencial cliente está inscrito na dívida ativa – isto é, se possui dívidas com bancos e financeiras. O serviço é assinado por uma taxa, geralmente por comerciantes e microempreendedores que oferecem parcelamento das compras.

Como descobrir data de nascimento pelo CPF

No site Tudo sobre Todos – é possível encontrar diversos dados dos titulares de um número de CPF ou o nome completo. O serviço é pago: cada crédito custa 0,0015 bitcoin (R$ 27,99 pela cotação atual) e permite a visualização de todas as informações de um CPF ou CNPJ. As informações disponíveis são as seguintes:

  • sexo;
  • data de nascimento;
  • endereço.

É necessário criar uma conta no site, criando número de usuário e senha e informando um e-mail para contato. Os dados da Receita Federal podem estar desatualizados, mas raramente estão errados. Quem pesquisa informações com maior frequência pode assinar pacotes mensais.

O site Consulta Guru permite a consulta gratuita do CPF, mas a pesquisa é muito vagarosa. Os interessados devem acessar a página.

O Portal da Transparência Brasil não informa dados pessoais dos cadastrados no CPF, mas é útil para obter informações sobre o total de cadastros emitidos desde 2015, com filtros por ano e localidade.

Sobre o CPF

A principal função do CPF, um documento pessoal com numeração de 11 dígitos (dois de controle), é a identificação dos contribuintes no Imposto de Renda, o principal imposto direto arrecadado pela União.

A partir de 2019, a inscrição na Receita Federal passou a ser obrigatória para todos os brasileiros e estrangeiros residentes no país maiores de 18 anos e também para dependentes de qualquer idade. Isto significa que, para declarar um filho como dependente, é preciso cadastrá-lo no CPF – mesmo que ele ainda seja um bebê.

Desde 2017, o CPF passou a ser incluído em todas as certidões brasileiras de nascimento, casamento e óbito. Os recém-nascidos já deixam a maternidade incluídos no Cadastro de Pessoas Físicas.

O documento, que é digital, apresenta outras utilidades. Os cartões de plástico deixaram de ser expedidos em 2011, mas o número é anotado na carteira de identidade e na certidão de nascimento, além de haver um cartão digital disponível para celulares com Android, Windows Phone e iPhone.

A manutenção do CPF regular é pré-requisito para a abertura de contas bancárias – o que inclui financiamentos, empréstimos pessoais e emissão de cartão de crédito –, para a expedição da carteira de trabalho (CTPS) e do passaporte, para matrícula em instituições públicas de ensino superior e para a posse em cargos públicos nas três esferas.

Quem ainda não possui o cadastro ou está em situação irregular (deixou de apresentar a declaração de renda não sendo isento, por exemplo) deve procurar uma agência do Banco do Brasil, Caixa Econômica ou Correios, ou acessar o site da Receita Federal e regularizar a situação. O endereço eletrônico é https://receita.economia.gov.br.

Os interessados devem ter cópias digitais da certidão de nascimento e do RG (carteira de identidade) e do título de eleitor, para brasileiros entre 18 e 69 anos. No atendimento presencial, a expedição do CPF custa R$ 7. No site da Receita Federal, o serviço é gratuito.