Gírias Atuais e seus Significados

A linguagem é um código, um sistema de signos que, juntos, permitem a comunicação de idéias ou sentimentos. Embora todos os animais se comuniquem, o homem é o único a utilizar a linguagem verbal. As gírias são um fenômeno socio-lingüístico que engloba palavras e expressões cunhadas a partir de um grupo ou sociedade; a partir daí, elas são difundidas e podem tornar-se comuns a ponto de constarem nos dicionários. As gírias atuais são aquelas que estão em voga no momento. Abaixo, uma lista de algumas das gírias mais usadas nos dias de hoje e os significados:

Abalar: Causar boa impressão.
Alemão: Pessoa de caráter duvidoso. Falso, duvidoso, velhaco.
Amapô: Mulher, menina.
Arroz: O cara que só anda acompanhado de várias mulheres mas não está namorando nenhuma.
Bad: Ruim. Estar numa bad: estar em uma situação ruim.
Beca: Roupa
Bifão: O cara que só anda acompanhado de várias mulheres mas não está namorando nenhuma.
Bolado: Surpreso, espantado, perplexo.
Bonde: Fileira. Grupo de amigos da mesma comunidade ou grupo de funk.
Bucha: Pessoa inconveniente.
Buzum: Ônibus, condução. Ônibus grátis das galeras.
Caozeiro: Quem mente demais.
Chapa quente: Lugar que o clima é agitado.
Colar com: Andar junto com, se aproximar de.
Conspirar: Ser falso com os amigos.
Cumpadi: Amigo, camarada, companheiro, cara.
Dar pala: Causar problemas.
Dar uns cortes: Transar com uma mulher.
Doido: Bom, legal, interessante.
Falou (Falô): Tchau ou “entendi”
Fragar: Entender, saber.
Gogó: Pessoa que mente ou a própria mentira que ele conta.
Já é: É isso aí.
Mala: Pessoa chata.
Maneiro: Legal, sensacional, simpático.
Mara: Muito bom.
Mascarado: Falso, que é contrário do que fala.
Mel: Bom.
Morô?: Entendeu?
Olhões: Os funkeiros.
Osso da borboleta: Estar numa situação desfavorável.
Paia: Ruim.
Passar o cerol na mão: Ficar com alguma mulher.
Passar o rodo: Atacar.
Pela Saco: Pessoa importuna, que chateia os outros.
Pisante: Tênis.
Purpurinada: Mulher bem arrumada.
Responsa: Confiável, agradável, divertido.
Rodar: Ser preso pela polícia.
Rolé: Passear, andar sem compromisso.
Sangue Bom: Pessoa de qualidade, boa índole.
Style: Estar muito bem arrumado.
Tá dominado: estar sob controle ou invadido.
Tá ligado?: Entendeu?
Tchutchuca: Garota bonita.
Tecido: Estilo de se vestir, tipo de roupa.
Tosco: Ruim, brega.
Twittar: Escrever no Twitter.
Uva: Bom.
Vazar: Sair de algum lugar ou situação.
Veneno: bebida alcoólica.
X9: Informante.
Zoar: Agitar ou fazer troça.

Com o advento da internet, a comunicação torna-se, cada vez mais, global e, portanto, os códigos utilizados por ela também. Os chamados “memes de internet” podem ser vistos como uma espécie de gíria de maior alcance. Vídeos, imagens, sites, hashtags se propagam com grande rapidez, criando uma rede de comunicação onde é preciso que todos compreendam aquilo que está sendo dito/mostrado. Palavras, frases e expressões podem ser tipos de memes e, ao serem difundidos, tornam-se parte de um sistema linguístico que vai além dos alcances da internet.

Gírias e memes não são fenômenos recentes e, muito menos, passageiros. É possível pensar que, embora as gírias continuem, em alguns casos, tendo significado, apenas, em grupos ou sociedades restritos, elas passem a ter um papel maior na compreensão feita através da linguagem, afinal são parte considerável dela, e a internet terá, cada vez mais, um papel mais importante na comunicação e compreensão entre pessoas.

Comente no Facebook

12 Comentários

Comente