As praias de nudismo mais famosas do Brasil

O naturismo cresce a cada dia no Brasil e no mundo. Conheça as praias de nudismo mais famosas do Brasil.

Muita gente acha que é “pura sem-vergonhice”, mas o nudismo é uma prática integrada no conceito de naturismo, um conjunto de princípios comportamentais que defende um estilo de vida mais próximo à natureza. São estimuladas as atividades ao ar livre (muitas delas em praias de nudismo, algumas delas bastante famosas) e o consumo de alimentos naturais, por exemplo.

Quando os portugueses chegaram ao Brasil, encontraram uma cultura em que o nudismo era natural. Posteriormente, a catequização “cobriu” os índios. O objetivo era “levar a civilização aos povos bárbaros”. Ignorando totalmente que estes povos que estes povos têm cultura e tradições próprias.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Muito tempo depois, em 1949, a atriz Dora Vivacqua, conhecida como Luz del Fuego, criou o Partido Naturalista Brasileiro (PNB), que seguia orientações que incluíram o nudismo e o respeito à natureza, algo inédito no país.

Com muitas idas e vindas, proibições, interdições e pancadarias, o nudismo sobreviveu às perseguições governamentais e de defesa “da família e da moral” e está firme e forte, como se pode ver nas muitas praias de nudismo que temos por aqui. Mas não é só: no interior do país, muitos grupos também preconizam os conceitos do naturalismo para orientar o cotidiano.

Áreas de nudismo no Brasil

Oficialmente, a primeira área de nudismo do país é a praia do Pinho, em Balneário Camboriú. Depois de muitos desentendimentos com outros frequentadores – e da repercussão nacional de uma reportagem da Revista Manchete (à época, a publicação de maior circulação do país) – a praia foi reservada exclusivamente para a prática do nudismo e atraiu milhares de turistas.

Boa parte destes visitantes queria apenas “ver os pelados”, mas muita gente se sentiu atraída pelas ideias defendidas pelos nudistas. Vale lembrar que conceitos como consciência ecológica e sustentabilidade eram desconhecidos pela maior parte do mundo.

Apesar de ser uma prática comum desde sempre – pelo clima tropical e pelo Sol presente ao menos por dez meses a cada ano –, oficialmente, de acordo com a Federação Brasileira de Naturismo (FBrN), existem dez praias de nudismo no Brasil, algumas delas bastante famosas e frequentadas por turistas do mundo inteiro.

São quatro praias no Rio de Janeiro e três em Santa Catarina. Paraíba, Espírito Santo e Bahia (com um local oficial em cada Estado) completam a lista. Os brasileiros nadam nus em diversas outras praias, rios e lagos, mas isto não constitui necessariamente a praia de nudismo.

Tambaba

Nascer do Sol na praia de Tambaba (PB).

Nascer do Sol na praia de Tambaba (PB).

É uma praia na Cidade do Conde, no sul da Paraíba, a 30 km de João Pessoa. Neste município, surgiu o primeiro decreto municipal que regulamentou a prática do nudismo. A praia é dividida em duas partes, reservadas aos nudistas e aos banhistas “tradicionais”.

Praia do Pinho

 Praia do Pinho (SC), um dos primeiros locais brasileiros da prática de nudismo.

Praia do Pinho (SC), um dos primeiros locais brasileiros da prática de nudismo.

Em Balneário Camboriú (SC), primeiro local naturista brasileiro. São 500 metros de extensão, em uma região cercada por montanhas nas quais a vegetação está praticamente inalterada. Camboriú possui boa infraestrutura turística e está a 68 km de Florianópolis.

Praia do Abricó

Família se diverte nas águas da praia de Abricó

Família se diverte nas águas da praia de Abricó

É vizinha da Barra da Tijuca e do Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio de Janeiro (é a única área oficial de nudismo da capital fluminense). A praia do Abricó está localizada no Parque Municipal de Grumari. Luz del Fuego e correligionários do PNB fizeram desta praia um “front de batalha” do movimento.

Praia do Forte

Também chamada de praia Brava, por causa do mar agitado, o local abriga o Forte de São Mateus (século XVII). A praia fica em Cabo Frio (RJ), a 180 km da capital. É uma excelente opção para curtir um dia inteiro. Bares e lanchonetes da região não exigem roupas para os clientes.

Praia de Jurubá

Mais um local para nudistas ecoturistas. Fica na Ilha Grande (RJ), a 10 km de Angra dos Reis. É um local minúsculo – apenas 25 metros de areia, mas vale a pena ser visitado. O acesso é feito de barco ou por trilha a partir da enseada de Palmas, na praia do Pouso, pela trilha T2 (que termina no Farol de Castelhanos). Os turistas podem contar com as pousadas, bares, restaurantes e hotéis de Angra e reservar algumas horas para curtir Jurubá.

Marassandupió

Fica em Entre Rios (BA) e possui dois quilômetros de praias de areias claras. É o lugar ideal para quem quer aliar nudismo e ecoturismo. A praia fica a 93 km de Salvador e o acesso é feito pela Linha Verde (até o km 88). Depois disto, é preciso seguir 10 km por uma estrada de terra e mais 20 minutos de trilhas, entre dunas e coqueirais.

Pedras Altas

A praia de Pedras Altas é o segundo local reconhecido para a prática de nudismo em Santa Catarina. Fica no Município de Palhoça, em frente à ilha de Santa Catarina. A praia faz parte da Reserva Biológica da Serra do Tabuleiro. A área reservada aos naturistas tem três quilômetros de extensão. O acesso é precário, mas há linhas de ônibus intermunicipais para levar os banhistas.

Galheta

A praia da Galheta fica em Florianópolis (SC). É uma praia quase deserta, situada no lado leste da ilha. O local é acessível somente por trilhas de baixo grau de dificuldade, a partir da praia Mole ou do canal da barra da Lagoa. O local é selvagem, mas a capital catarinense conta com excelente estrutura para receber os turistas.

Barra Seca

A praia da Barra, em Linhares (ES), é totalmente dedicada ao nudismo. Fica a 100 km de Vitória, entre o pontal do Ipiranga e Urussuquara (já no Município de São Mateus). Os turistas podem aproveitar para um contato pleno com a natureza, já que é possível ficar em barracas em uma área de camping com boa infraestrutura.

Olho de Boi

Armação de Búzios (RJ), a 170 km do Rio de Janeiro, era apenas uma aldeia de pescadores até que a atriz Brigitte Bardot, um dos principais símbolos sexuais do cinema, visitou o local, em 1964. Desde então, as praias ficam lotadas. Destaque para a praia Olho de Boi, onde os nudistas podem aproveitar as ondas e a natureza que circunda a praia.

As regras das praias de nudismo

Nas praias de nudismo, nenhuma roupa é permitida. A justificativa: “vim aqui apenas para conhecer” não é aceita em nenhum local. Mesmo os funcionários de bares e restaurantes das áreas reservadas e os ambulantes que trabalham na areia precisam estar “a caráter”.

Nas maiores praias de nudismo do Brasil, que recebem até cinco mil banhistas no verão, há áreas para casais com filhos e solteiros. O objetivo é deixar as famílias mais descontraídas. Seja como for, as áreas de nudismo ficam sempre em regiões isoladas, impedindo “espiadas” de curiosos.

Gracinhas e comentários grosseiros não são permitidos. Pode-se pensar que pessoas sem roupas “são fáceis”, mas ocorre justamente o contrário: os abusados podem ser convidados a se retirar e mesmo banidos. Nas praias com melhor infraestrutura, agentes patrulham todo o perímetro, para garantir a tranquilidade dos banhistas.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.