forbrukslån ferie | forbrukslån | lån på dagen

A origem do bonsai

Apesar de estar sempre associado à cultura japonesa, o bonsai tem sua origem na China.

O bonsai tem sua origem no fim do século II, na China, onde é conhecido pelo nome de penjing. Plantas em vaso eram comuns na jardinagem chinesa.

Para ser um bonsai, não basta apenas ser plantado num vaso raso. Ele deve ser uma réplica, em pequena escala, de uma árvore adulta, com a mesma estrutura de galhos e folhas (eventualmente também as raízes expostas) e as marcas do tempo no tronco. O ciclo de crescimento ser lembrar o da árvore natural e atualmente os cultivadores tentam simular o peso da galhada, muito mais leve nos espécimes anãos, para conferir um efeito idêntico ao natural.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

O bonsai chegou ao Ocidente há cerca de 200 anos e seu cultivo como hobby espalhou-se pelo mundo todo. A arte do bonsai não é difícil, mas é preciso paciência e certo talento artístico. Quem presenteia com um bonsai está desejando prosperidade e sorte.

Para o cultivo, é preciso seguir certas regras. O adubo deve ser pobre em nitrogênio, substância que estimula o crescimento e aumenta o tamanho das folhas. A rega também tem exigências, mas elas variam de acordo com o local em que está o bonsai. Depende da iluminação, insolação, frequência dos ventos. Em geral, o bonsai requer pouca água. Camadas de musgo cobrindo a terra mantêm a umidade e, nestes casos, a rega é ainda mais leve.

Há bonsais de 5cm a 80cm. Eles não são produto de manipulação genética: a mesma planta que cresce livremente na natureza pode ser cultivada em vaso, e praticamente todas as espécies vegetais adaptam-se à técnica. Os menores bonsais, de até 7cm, são chamados nano. Os médios, de até 25cm de altura, recebem o nome de shohin.

Existem diferentes estilos de bonsais. As formas que eles assumem dependem de aramação e poda (que os cultivadores chamam de treinamento). O chokan apresenta tronco ereto e vertical e é bastante simétrico; o moyogi também é ereto, mas apresenta sinuosidades e pode pender para um lado (a ideia é dar a sensação de movimento); o kengai tem a copa em cascata (a copa cresce para uma das laterais do vaso, inclinando-se para fora); o fukinagushii parece ter sido castigado pelo vento: o tronco é fortemente inclinado e as folhas pendem para um lado; o shakan é inclinado, com o tronco reto ou sinuoso.

Os bonsais são obtidos a partir de sementes (mishô) ou de mudas colhidas na natureza (yamadori). Cultivá-los desde o início ou comprar uma árvore já moldada, mantendo-a saudável e equilibrada é um excelente exercício: relaxa e distrai. Cuidar de um bonsai é quase uma meditação.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.