Quando surgiu o Homo sapiens?

O Homo sapiens é fruto de milhões de anos de evolução em espécies inferiores.

Há cerca de 200 mil anos, indivíduos da espécie Homo heidelbergensis, que viviam na costa leste da África, começaram a sofrer um aumento da caixa craniana e passaram a andar numa postura ereta. Surgia nosso ancestral direto: o primeiro Homo sapiens.

A ciência sabe que a região, na época, passava por uma transição, da floresta fechada para a savana, provavelmente em função do aumento da temperatura. Sem espaço para se locomover pelo topo das árvores, alguns antropoides desenvolveram uma característica singular: a planta do pé começou a se sustentar sobre o solo, permitindo um andar mais firme e uma característica marcante: a coordenação visomotora. De mãos livres para explorar o ambiente, nosso ancestral passou a olhar para o horizonte, desenvolvendo capacidades ao aliar mãos e olhos para o trabalho.

Mais inteligente, o passo seguinte foi colonizar o continente e exterminar parentes próximos, para garantir amplos territórios de coleta (e depois de caça e pesca). As primeiras rotas levaram o Homo sapiens ao centro e sul africanos. Há registros fósseis de que a costa da Guiné também recebeu indivíduos da nova espécie.

Em seguida, colonizou o vale do Nilo e chegou ao Mediterrâneo. Ao percorrer a costa, deparou-se com outro parente próximo: o Homo Neanderthalensis, ou Homem de Neanderthal (vale do rio Neander, Alemanha). Oficialmente, a ciência afirma que este outro primo, de crânio com maior volume que o do H.sapiens, mas menor na comparação com a estrutura corporal, também foi exterminado, mas há paleontólogos que dizem ter havido miscigenação. Sapiens cruzaram com neanderthais e surgiram os primeiros H.sapiens modernos.

O Homo sapiens criou diversas ferramentas de trabalho e lazer. O cérebro mais desenvolvido permitiu o desenvolvimento da linguagem, fundamental para o relacionamento interpessoal, o raciocínio lógico e abstrato e a capacidade de introspecção, que facilitou a resolução de problemas.

Há 50 mil anos, o Homo sapiens já apresentava características sociais próximas às nossas. Os indivíduos se organizaram em famílias e grupos, aumentando a segurança deste animal relativamente frágil.

A espécie espalhou-se pela Europa e Ásia e, a partir deste ponto, alguns grupos foram para o norte, atravessaram a ponte das Aleutas e “descobriram a América”.

Outros se dirigiram ao sul, através de Malásia e Indonésia, até chegar à atual Austrália. Há 20 mil anos, o Homo sapiens já estava distribuído por todo o planeta.

Como é evidente, a classificação Homo sapiens (que poderia ser traduzida para “Homem, o sábio”) foi feita por um humano. Gostamos de nos classificar como única espécie animal racional, mas há evidências, entre primatas superiores e cetáceos, principalmente, de que a história não é bem assim. Já foi registrada a capacidade de produzir cultura entre outras espécies. Os humanos vão ter que encontrar outros motivos para continuarem se intitulando “reis da criação”.

Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Quer ser avisado(a) de novas publicações?
CURTA NOSSA PÁGINA para não perder os próximos 😉