Fotografia para iniciantes

Em tempos de câmeras digitais, isto quase não acontece mais, mas muitos fotógrafos iniciantes perderam muitas fotos em máquinas analógicas por terem se esquecido de retirar a capa de proteção da lente. Mas um erro de todos os tempos é deixar o cabo em frente à objetiva, ganhando um traço negro numa série de fotografias.

Outro erro frequente é não identificar a iluminação natural: clicadas contra o sol, as fotografias ficam escuras (às vezes só uma silhueta): a favor, com excesso de claridade. Muitas câmeras tentam corrigir esses defeitos, mas como dizia um anúncio comercial antigo, “não é magia, é tecnologia”.

Os iniciantes podem esquecer o zoom digital, que é um software que amplia o tamanho da foto, multiplicando o número de pixels no arquivo a ser gerado. Use sempre o zoom óptico, que amplia a imagem através de um sistema de lentes. As fotos terão melhor qualidade, especialmente para impressão.

Use o flash em ambientes fechados apenas em condições de pouca luz ou se não conseguir boas fotos. Com a prática, é possível descobrir quando o uso do flash melhora a qualidade das imagens.

Pense na fotografia que você quer tirar: é uma paisagem? Posicione a câmera horizontalmente e procure a melhor distância para obter um bom resultado. É um retrato? Aproxime a pessoa e foque o rosto ou meio corpo. Fotos muito próximas podem revelar certas imperfeições da pele, como sardas e rugas, o que pode deixar seu modelo insatisfeito. Ao retratar uma criança, abaixe-se ou sente-se no chão.

Cuidado com o fundo. Você pode captar imagens desagradáveis e até transformar uma foto que deveria ser solene em algo cômico. Verifique o que atrás dos modelos e, se for o caso, mude de local.

Não corte cabeças, pés, nem laterais. Cheque o enquadramento e, nas fotos de grupos, intercale as alturas, para evitar o “efeito escada”.

Leia atentamente o manual de instrução de sua câmera e explore os recursos que ela disponibiliza: você pode reduzir olhos vermelhos, “bater” o branco (é a remoção de cores não reais que podem ser captadas e distorcer as imagens), tirar panorâmicas (são várias fotos que, justapostas, formam uma imagem longa), reduzir vibrações (o que evita fotos tremidas); há o recurso smile shutter, que capta sorrisos (ideal para festas e passeios) e até imagens em 3D. entretanto, para obter o melhor resultado, é preciso conhecer a câmera.

É possível retocar as imagens através de programas computador; não exclua uma foto muito clara ou escura, porque talvez o problema possa ser resolvido. Editar as imagens, fazer fusões e colocar legendas são outros recursos digitais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *