Acessando Whatsapp no computador

A versão para a Web mostra as conversas como elas aparecem no Whatsapp. Os usuários do iOS ainda estão de fora.

O Whatsapp ganhou, em janeiro de 2015, uma das suas funções mais requisitadas pelos usuários: ele agora pode ser acessado pelo computador. Inicialmente, ele foi disponibilizado através do Google Chrome e, em fevereiro, chegou a vez dos usuários do Mozilla Firefox e Opera.

No mesmo mês, foi disponibilizada a função “Ligar” (efetuar chamadas telefônicas através do aplicativo). Usuários do Google Play (versão 2.11.528) e da versão 2.1.531 do site oficial do Whatsapp podem visualizar esta função. Os termos de uso ainda não foram divulgados.

No entanto, apenas os proprietários de aparelhos equipados com sistemas Android, Windows Phone e Blackberry têm acesso à nova função. Os apaixonados pelo iPhone e outros produtos da Apple terão que se contentar em ler e transmitir mensagens pelo smartphone. Ao menos por enquanto.

No lançamento da nova função do aplicativo de mensagens, imagens, vídeos, arquivos de áudio contato e localização – agora disponível nos computadores equipados com o sistema Windows –, os criadores do Whatsapp afirmaram que o aplicativo ainda não está disponível para iOS devido a “limitações da plataforma da Apple”. Existem planos para levar o Whatsapp para o MacIntosh, mas ainda não há data prevista.

O surgimento do Whatsapp

O Whatsapp foi criado em 2009, por dois ex-funcionários veteranos (mais de 20 anos de carreira) do Yahoo. Competindo com diversos outros sistemas, especialmente na Ásia, o aplicativo multiplataforma cresceu de dois bilhões de mensagens diárias em abril de 2012 para dez bilhões em agosto do mesmo ano. Em junho de 2013, atingiu a marca de 250 milhões de usuários ativos.

Em fevereiro de 2014, o Facebook adquiriu o controle da empresa por US$ 16 bilhões (US$ 4 bilhões em dinheiro e US$ 12 bilhões em ações), além de outros US$ 3 bilhões em ações, caso os criadores do Whatsapp permaneçam no Conselho de Administração do Facebook até 2018.

O Whatsapp é gratuito para download e uso no primeiro ano, para todos os tipos de telefone. Os usuários têm a opção de prorrogar o serviço por mais um ano, por US$ 0,99, mas o Facebook sempre oferece adicionais sem custo para os internautas.

Versão Web do Whatsapp

A versão para computadores do Whatsapp funciona como uma extensão do aplicativo no telefone e exige que o smartphone e o PC estejam conectados à mesma rede sem fio para funcionar. O navegador apenas reflete as conversas e mensagens já acumuladas no celular, que permanecem salvas e íntegras no dispositivo móvel. No caso de a bateria do celular descarregar, a função deixa de estar disponível no computador.

Para acessar pela primeira vez, é preciso abrir a página do Whatsapp pelo navegador Google Chrome e escanear um código QR (Quick Response) com a câmera do telefone. Apenas a versão mais recente do programa é compatível com a função Web.

Os caminhos são os seguintes:

• no Android: abrir o Whatsapp – botão Menu – Whatsapp Web;
• no Blackberry: abrir o Whatsapp – conversas – botão Blackberry – Whatsapp Web;
• no Blackberry 10: abrir o Whatsapp – deslize o dedo do topo ao final da tela – Whatsapp Web;
• no Nokia S60: abrir o Whatsapp –Menu – Whatsapp Web;
• no Nokia S40: abrir o Whatsapp – deslize o dedo partindo da base – Whatsapp Web;
• no Windows Phone: abrir o Whatsapp –Menu – Whatsapp Web.

Selecione o botão “…” no smartphone e faça a leitura do código bidimensional (QR) que irá aparecer na tela do computador. A partir de então, todos os contatos e conversas gravadas serão espelhadas no PC, em uma interface idêntica à do dispositivo móvel. No microfone, é possível gravar mensagens de voz, enviar e receber áudio, vídeo e fotos, usando o botão “clipe” (anexo), da mesma forma como a operação é feita no celular.

Ao conversar pelo Whatsapp no PC, para visualizar informações sobre o contato, basta clicar sobre o nome ou foto (logo acima do diálogo). Novas conversas podem ser iniciadas, bastando clicar com o mouse no nome ou imagem.

O sistema apresenta a foto ampliada, o status e o número de telefone do contato. Vale o mesmo para as suas informações, mas a imagem do perfil e o status não podem ser alterados através do navegador. As notificações podem ser configuradas clicando no segundo botão à direta da sua foto de perfil e, no menu que é apresentado, em “Notificações”. Feitas as alterações necessárias, basta clicar em “ok”.

O mesmo menu de “Notificações” também pode ser utilizado para sair do Whatsapp na Web, na opção “Sair”. Feito isto, o computador deixa de estar autorizado a usar o aplicativo para enviar e receber mensagens.

Segurança

Em tempo: em novembro de 2014, o Whatsapp marcou apenas dois dos sete pontos da escala de segurança publicada pela Electronic Frontier Foundation (ONG americana que visa proteger os direitos de liberdade de expressão).

O aplicativo perdeu pontos porque as comunicações são vulneráveis ao acesso de terceiros, os usuários não podem conferir a identidade dos contatos, as mensagens transmitidas não são seguras, o código não é aberto para revisão independente e o projeto não está devidamente documentado. Os dados sobre segurança são constantemente atualizados no site www.eef.org (em inglês).

No mesmo mês, o aplicativo adotou o sistema Text Secure, protocolo de textos seguros que evita que as mensagens enviadas pelos usuários do Whatsapp sejam espionadas por terceiros. O uso do aplicativo na Web proporciona melhor nível de segurança.

Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Quer ser avisado(a) de novas publicações?
CURTA NOSSA PÁGINA para não perder os próximos 😉