Por que sonhamos?

Os sonhos intrigam a humanidade há muitos séculos e os estudos mais recentes nos dão algumas pistas do motivo pelo qual sonhamos.

Todos nós sonhamos e já nos pegamos algum dia tentando entender se aquele sonho teve algum significado mais profundo e por isso não é a toa que os sonhos são relacionados a previsões de acontecimentos futuros. Existem diversas teorias sobre seus significados e interpretações e ainda assim a dúvida permanece, afinal, por que sonhamos?

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Sonhar é normal, estamos habituados a isso e até nos divertimos contando alguns sonhos sem pé nem cabeça para nossos familiares e amigos, mas apesar disso ainda vivemos bastante intrigados com este fenômeno. Os sonhos podem estar relacionados a fatos do nosso próprio cotidiano ou a acontecimentos futuros, que geralmente são aqueles que buscamos algum sentido, mas o fato é que infelizmente ainda não existe uma explicação totalmente convincente sobre a sua causa, mas com os avanços científicos mais recentes temos alguns caminhos promissores que podem nos ajudar a entender melhor esta manifestação. Com o desenvolvimento da neurociência descobriu-se, por exemplo, que os sonhos ajudam a estabilizar a nossa memória recém-adquirida.

A análise dos sonhos vem de tempos muito antigos e começou realmente a tomar forma científica a partir dos estudos de Freud no final do século IXX, estes serviram de princípio para outros avanços em meados do século XX quando se descobriu que durante as fases do sono nós mexemos os olhos como se estivéssemos acordados e este acontecimento foi nomeado de sono REM (movimento rápido dos olhos) e foi associado aos sonhos. A partir daí muitas hipóteses foram elaboradas, descartadas e novamente estudadas passando pela fisiologia do cérebro, pela psicanálise e pela neurociência.

Embora não se tenha a explicação definitiva para entender porque sonhamos, a relação confirmada entre os sonhos e a memória nos ajuda a entender algumas coisas. Sabe-se que 90% dos sonhos acontecem durante o sono REM, se não tivéssemos os sonhos nesta fase, muitas informações adquiridas ao longo do nosso cotidiano não seriam devidamente registradas por nosso cérebro.

Por mais que possam existir diversas teorias quando aos motivos dos nossos sonhos, todas convergem em um ponto, o de que os sonhos são fundamentais para o funcionamento do nosso cérebro. Sonhar também nos ajuda a fazer novas coligações para resolver tarefas, sejam elas complicadas ou não. Quem nunca foi dormir com um problema e acordou aparentemente com a solução na cabeça? Os sonhos ocorridos durante a noite, com certeza, tiveram sua participação neste processo.

Hoje a neurociência busca estudar o conteúdo dos sonhos. Podem-se ouvir diversos relatos sobre os acontecimentos ocorridos durante um sonho, mas saber o que acontece dentro do cérebro enquanto se sonha ainda é um grande desafio.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.