Paintball: um esporte alucinante

Esporte de combate individual ou por equipes, o paintball vem sendo cada vez mais praticado no país.

O paintball (“bola de tinta”, numa tradução literal) pode ser praticado individualmente, mas a brincadeira fica mais divertida quando é disputada por equipes de cinco a dez pessoas, tornando alucinante o ritmo do esporte. O jogo pode ser praticado ao ar livre ou em arenas instaladas em clubes e academias, por homens e mulheres de qualquer faixa etária.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

As regras são simples: cada participante usa uma “arma” (o nome oficial é marcadora) de ar comprimido, nitrogênio ou dióxido de carbono, que lança bolas de tinta em direção aos adversários. Quem é marcado está eliminado da partida, que costuma ser bem rápida: apenas dez ou 15 minutos.

Trata-se do esporte de aventura que ganha mais adeptos no mundo todo: calcula-se que 12 milhões pratiquem o jogo regularmente. Nos EUA, por exemplo, existem mais participantes de paintball do que surfistas, mesmo com todo o charme do Havaí e das praias da Califórnia. O paintball foi criado pelos americanos em 1981. As primeiras marcadoras usavam tinta para marcação de trilhas. No Brasil, a primeira partida oficial ocorreu em 1990, nos Wargames, em Aldeia da Serra (SP).

Existem três cenários básicos para o paintball: speed, cenário e real action. O speed é indicado especialmente para iniciantes. No jogo normal, a “batalha” ocorre entre obstáculos infláveis. Já o speed urbano usa anteparos como paredes e muros da cidade. A área de combate é pequena e em geral os competidores conseguem identificar os adversários antes do início da partida, que termina quando todos os rivais são marcados. Pode-se também definir previamente a região do corpo que elimina o jogador.

Nos jogos de cenário, existe uma “hierarquia militar” e são simulados cenários reais. Participam duas ou mais equipes e os objetivos são predeterminados: capturar o líder ou a bandeira do time adversário, defender um território, libertar reféns, etc.

O real action é semelhante ao jogo de cenário, mas apresenta maior complexidade e as batalhas se tornam mais semelhantes às reais. As missões são mais complexas, a duração do jogo é mais longa e o número de participantes é maior. A maioria das batalhas é realizada em galpões ou em campo aberto. O número de personagens também é maior: são generais, médicos, franco-atiradores, etc. Além de muita ação, o paintball é também um esporte de estratégia.

O equipamento

Além da marcadora, que pode ser uma pistola ou uma espingarda, é preciso adquirir a munição: esferas ou paintballs, cheias de substância gelatinosa não tóxica e um carregador para transportá-las. As esferas são pequenas e não provocam grande impacto, mas a tinta se espalha pelo uniforme. Mesmo assim, ela é lavável e se dilui com facilidade. Em alguns jogos, são usadas também granadas de tinta. Nos jogos ao ar livre, é preciso verificar a procedência das esferas, para que elas não causem dano ao meio ambiente.

De acordo com um decreto federal de 2000, todas as marcadoras devem ser aprovadas pelo Exército, que emite certificados de registro (CR). Muitas arenas, no entanto, emprestam ou alugam as “armas” para os jogadores.

O uso de capacete com proteção especial para o rosto é obrigatório, porque as bolinhas podem atingir dentes e olhos, provocando acidentes graves. Além disto, é preciso usar roupas confortáveis, porque a atividade física é intensa. Preferencialmente, devem cobrir todo o corpo. Quem pratica paintball com frequência deve adquirir um macacão acolchoado, joelheiras, cotoveleiras e botas. É preciso ter sempre uma toalha à mão, para limpar os “tiros”.

Dicas finais

As arenas de paintball costumam ser instaladas em áreas rurais. Por isto, é importante não se esquecer do protetor solar, do repelente contra insetos e de uma garrafa de água ou isotônico.

As roupas devem ser folgadas, para garantir a agilidade dos movimentos. Dê preferência para tecidos grossos e naturais, para absorver o suor.

Mulheres devem prender os cabelos, para permitir melhor visualização do campo. Uma providência importante é verificar se a arena está equipada com banheiro feminino. Outro equipamento necessário é o guardador de volumes, já que relógios, carteiras e celulares podem ser danificados pelas bolinhas.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.