Invenções antigas que não deram muito certo [Parte 2]

Já publicamos as invenções antigas que não deram muito certo [Parte 1], agora confira a [Parte 2]:

– Carregador de bebês (1937): Na foto, dois adultos patinando, carregando um bebê na invenção. Só não parece muito seguro um bebê flutuando sobre uma superfície de gelo, né?

– Óculos de venezianas (1950): Se não quisesse ver algo, era só fechar as “cortinas” dos óculos.

– Roupa de pássaro (1955): O inventor pretendia tornar possível levantar voo utilizando somente essa roupa. Infelizmente, ele morreu testando seu invento ao pular de um avião.

– Plataforma voadora (1956): Essa plataforma voadora até que poderia resolver alguns problemas de congestionamento no trânsito, não é?

– Pneus iluminados (1961): A Goodyear é a responsável por este invento. Os pneus eram iluminados por lâmpadas no interior do aro da roda.

– Sapatos do mar (1962): Para quem deseja “caminhar” sobre as águas M. W. Hulton inventou estes sapatos.

– Maleta anti-furto (1963): John H T Rinfret é o responsável por essa tentativa de maleta anti-furto. Quando os ladrões tentam roubá-la, a maleta dispara o que está dentro dela assustando-os. Será que daria certo?

– Seios falsos (1963): Não, isso não é um tipo de silicone antigo. Estes seios falsos foram criados por japoneses e simulam os batimentos cardíacos. Servia para ajudar bebês a dormirem longe de suas mães.

– Robô que atende ao telefone (1964): Esse robô foi inventado para atender o telefone; com um detalhe: ele não fala!

– Capa de chuveiro (1970): Essa é para quem quer tomar o banho sem molhar cabeça. Hã?

Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

01 Comentário

Comente

Quer ser avisado(a) de novas publicações?
CURTA NOSSA PÁGINA para não perder os próximos 😉