Como consultar o benefício do INSS através do CPF

Saber o número do benefício do INSS é fundamental para todos os aposentados e pensionistas. Saiba como consultar através do CPF.

Aprenda como consultar seu benefício do INSS através do número do CPF. O INSS – Instituto Nacional de Seguro Social – é uma autarquia federal vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Social que recolhe as contribuições da previdência social de todos os empregados na iniciativa privada e é responsável pelos pagamentos de aposentadorias, pensões por morte, auxílios doença e acidentes, entre outros. Saber o numero do benefício do INSS é fundamental para garantir estes direitos, e é possível consultar o registro através do CPF.

Com o número do benefício do INSS, é possível fazer consultas sobre todas as informações dos benefícios, agendar consultas médicas nos equipamentos do SUS (Serviço Único de Saúde), descobrir a data de pagamentos, acessar extratos previdenciários e realizar outros procedimentos importantes para os beneficiários.

O número do benefício do INSS é emitido assim que o segurado entra no sistema. Uma vez que o benefício tenha sido aprovado, o instituto envia uma carta com a indicação deste registro. Em alguns casos, o número é o mesmo do cadastro no PIS/PASEP, mas esta não é uma regra geral.

Como descobrir o número do benefício do INSS?

Como já foi citado, o número é gerado apenas depois da aprovação do benefício, quando uma carta emitida pela agência do INSS é enviada para o endereço fornecido pelo interessado. Mas, para quem não tem um endereço físico – ou para quem não recebeu a carta por qualquer motivo –, existem outras possibilidades para descobrir o número, através da internet ou telefone.

Uma vez expedido o número do benefício do INSS, é possível consultar a tramitação dos processos através do site Meu INSS. Para isto, você precisa informar o número do benefício, data de nascimento, nome do beneficiário e CPF, além de digitar um código de segurança.

A solução mais segura é fazer uma chamada telefônica para o número 135, a central dos serviços da Previdência Social. A ligação é gratuita quando é feita através de telefones fixos. No caso de ligações a partir de celulares, é cobrada local.

Nesta ligação, você precisa estar com o CPF à mão, para fazer a consulta do benefício do INSS, qualquer que seja ele. Tome cuidado, porque algumas páginas da internet alegam oferecer este serviço de consulta, mas, na verdade, o que elas querem é capturar os dados de contribuintes para fins ilícitos, que vão desde a inclusão em serviços de mala direta até o desvio de benefícios.

O site do INSS informa que, além do CPF, o segurado deve ter em mãos o número do RG (identidade), o número do PIS (para empregados com carteira assinada) ou do NIT (para microempreendedores individuais e empregados domésticos) e o CPF ou CNPJ do último empregador.

A central 135 atende os segurados de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h. O INSS também informa que os melhores horários para as ligações são após às 16h durante a semana e o dia inteiro nos sábados. Os sindicatos de trabalhadores também podem intermediar os contatos com a Previdência Social.

A central da Previdência Social também permite:

  • marcar hora de atendimento nas agências do INSS;
  • requerer prorrogações ou reconsiderações de auxílio doença;
  • agendar consultas e perícias médicas;
  • pedir revisões dos benefícios;
  • verificar o andamento de processos;
  • inscrever-se como contribuinte do INSS;
  • consultar a data de pagamento dos benefícios;
  • obter orientações sobre os serviços do INSS;
  • registrar reclamações, críticas e elogios.

Caso você necessite fazer apenas o agendamento de uma consulta ou perícia, não é necessário conhecer o número do benefício. Basta acessar a página eletrônica e cadastrar-se. Neste serviço, chamado “Meu INSS”, é possível selecionar o tipo de agendamento e consultar:

  • aposentadorias urbanas;
  • salário maternidade urbano;
  • extrato previdenciário;
  • simulação do tempo de contribuição previdenciária;
  • agendamentos e requerimentos;
  • histórico de crédito de benefícios;
  • carta de concessão;
  • resultado de perícia médica;
  • extrato de crédito consignado;
  • consulta de declaração de benefício (consta/ nada consta);
  • consulta de revisão de benefício;
  • declaração para o contribuinte individual (DRSCI);
  • alteração dos dados para contato.

No “Meu INSS” você tem acesso a todos os serviços referentes ao seu INSS utilizando o CPF para fazer um rápido cadastro. É muito simples e na dúvida você pode ligar para 135, a ligação é gratuita.

Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente