10 carros de luxo que os brasileiros sonham em ter

Carros de luxo indicam quem é bem-sucedido. Ricos e famosos precisam de um destes para se sentirem bem.

Depois de uma queda nas vendas em 2016, o mercado de carros de luxo no Brasil voltou a apresentar sinais de recuperação. Por aqui, as vendas caíram durante o processo de impedimento da presidente Dilma Rousseff, em um processo semelhante ao que ocorreu em escala mundial, em função da crise econômica que se abateu sobre EUA, Europa e Japão.

O site Grunge.com afirma que, se você se veste como um chefe, pensa como um chefe, dança como um chefe, mas tem um velho carro na garagem, talvez não se sinta tão chefe quando dirige, mas está mais próximo dos cidadãos comuns. Evidentemente, para adquirir carros de luxo, é necessário também que você tenha rendimentos de um chefe.

De acordo com a Jato Statistics, empresa que fornece dados estatísticos sobre o mercado automobilístico, as vendas de carros de luxo estão vivendo um momento de grande demanda. Em 2016, em escala mundial, foram vendidas 28.500 unidades, o que representa um aumento de 15,9% sobre 2015. Na China, o aumento foi espantoso: 54,2%. O total de bilionários, ao que tudo indica, está crescendo do planeta.

Talvez o motivo do desejo esteja na testosterona. É sabido que níveis elevados deste hormônio interferem no comportamento masculino, desde a agressividade até a tendência de fazer investimentos de alto risco. Um estudo conjunto do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) e da Universidade da Pensilvânia, ambas nos EUA, com a participação da Universidade de Ontário Ocidental (Canadá), a quantidade de hormônio também pode explicar por que alguns homens adoram carros de luxo e outros artigos de grife.

Carros de luxo no Brasil

Sempre é possível importar Porsches, Ferraris, Lamborghinis. O interesse dos brasileiros, no entanto, no início de 2018, recaiu sobre os seguintes carros de luxo (com volume de vendas entre 80 e 400 unidades), que foram os mais vendidos:

Land Rover Range Rover Velar – o novo modelo da Land Rover ocupa um lugar de destaque entre os carros de luxo. Com design arrojado, o carrão apresenta itens como duas telas touch screen de alta resolução no painel, braços deslizantes individuais e iluminação interna especial.

O Range Rover Velar é equipado com faróis LED que produzem uma iluminação próxima à da luz solar. Em velocidades acima de 80 km/h, a tecnologia a laser aumenta a visibilidade em mais de 500 metros. A transmissão automática de oito velocidades foi ajustada para combinar trocas de marcha suaves e rápidas.

O modelo oferece dezenas de equipamentos opcionais, para tornar o Range Rover Velar praticamente exclusivo, com a cara do dono. É possível escolher itens de luxo, navegabilidade e segurança. Este carro também pode ser utilizado em estradas off-road.

Land Rover Range Rover Evoque – este é um modelo mais compacto, sem deixar o luxo e a elegância de lado. O Evoque pode se transformar em um conversível em segundos e enfrenta terrenos urbanos e off-road. O design também está presente na versão cinco portas.

O carro oferece duas opções de sistemas de informações e entretenimento: Touch e Touch Pro. Este último é o mais avançado disponível nas montadoras. O interior do Evoque é revestido com couro de dupla costura e revestimentos de madeira e alumínio nas portas e no painel.

Os assentos dianteiros permitem 12 opções de ajuste elétrico como itens de série. A iluminação configurável do ambiente interno define a luz ideal para todos os momentos. O Evoque está disponível nas cores azul, prata e branco. Em qualquer situação, motorista e passageiros experimentam uma sensação de conforto e relaxamento durante os deslocamentos.

Audi Q3 – mais um compacto luxuoso, que oferece excelente espaço interno. O modelo é compacto para o trânsito urbano e confortável nas viagens para a praia ou o campo. Trata-se de um carro poderoso e ágil, para garantir uma experiência indescritível durante os deslocamentos.

Todas as portas do Q3 – e também o teto solar panorâmico – são acionados por comandos elétricos. Certamente, o teto solar confere ainda mais sofisticação ao conjunto. É o primeiro modelo da linha Q a oferecer motor bicombustível (gasolina e etanol). O carro é equipado com propulsor 1.4 de 150 cv, que acelera de 0 a 100 km/h em apenas nove segundos. Talvez não seja importante, mas o Q3 apresenta baixo consumo de combustível.

O modelo apresenta ainda um sistema de áudio com 14 alto-falantes e 465 watts de potência, porta-malas elétrico, teto solar panorâmica Open Sky, volante com base plana e teto interior preto. Tudo para garantir beleza, exclusividade e sofisticação para os proprietários.

Volvo XC60 – movido a diesel, este SUV recebeu o prêmio World Car of the Year 2018, uma das principais premiações do mercado automobilístico de luxo. Disponível nas versões Momentum e Inscription, o XC60 oferece tecnologias inovadoras que conectam você com o mundo.

O interior foi desenhado para garantir conforto e praticidade, e também para transmitir ao motorista a sensação de que está realmente no comando. Trata-se do único SUV desenvolvido na Escandinávia, com todos os itens de segurança mais avançados, para garantir a tranquilidade dos ocupantes.

O carro é movido com rodas de 22”, conta com proteção do para-choque traseiro em aço inoxidável e tratamento contra arranhões. O XC60 é equipado com park assist de última geração. No banco traseiro, é possível utilizar um Pad com duas entradas USB, para garantir a diversão.

Audi A3 Sedan – o modelo 2018/2019 é apresentado com duas motorizações: 1.4 de 150 cv (bicombustível) e 2.0 de 220 cv, com dupla injeção (direta e indireta). Os dois modelos contam com transmissão automática de seis velocidades ou de dupla embreagem, também com seis velocidades.

O A3 Sedan é produzido na fábrica da Audi em São José dos Pinhais, no Paraná. A frente foi alterada na versão 2018, que é completada por uma grade com elementos mais retilíneos e apliques laterais no para-choque dianteiro. O visual ficou mais arrojado e bonito.

Todas as versões são equipadas com teto solar Open Sky, que permite uma abertura panorâmica em poucos segundos. O principal destaque do painel é um quadro personalizável de instrumentos, com tela de 12,3”, que inclui mapas de navegação, computador de bordo, mídias e muito mais.

BMW Série 3 – a Série 3 está presente no mercado automobilístico internacional desde 1975, o que demonstra a popularidade (ao menos, entre os bilionários). Trata-se de um sedan esportivo, que já está na sua sexta geração. O modelo está disponível nas versões Sport Line e M Sport.

Equipado com um motor de 245 cv, a Série 3 oferece potência incomum entre os carros do mercado brasileiro. Além disto, a tecnologia embarcada reduziu sensivelmente a emissão de poluentes. O modelo 320i e equipado com motor 2.0, enquanto o 328i tem motorização 2.4. As duas opções são bicombustíveis.

No entanto, é no design que a Série 3 surpreende e conquista. O capô é alongado, os para-choques são compactos, há uma longa distância entre eixos e a célula dos passageiros é recuada. O modelo 320i é o mais vendido no segmento de esportivos de luxo.

Mercedes-Benz Classe C180 – toda a linha Classe C da Mercedes-Benz é campeã de vendas no segmento de carros de luxo. O modelo está disponível nas carrocerias sedã (fabricada em Iracemápolis, em São Paulo), cupê, conversível e station wagon.

Discretas e elegantes, as unidades da Classe C180 caíram no gosto dos brasileiros. O visual chama a atenção, especialmente em relação às linhas e cromados. O sedã parece sobrevoar o asfalto. Todas as versões são equipadas com lanternas Full Led e Led diurno.

As grades com quatro frisos cromados e o para-choque com frisos também cromados conferem uma aparência esportiva, especialmente nos modelos cupê e conversível. No interior, a Classe C180 oferece comandos de ajuste elétrico na porta do motorista. Os apoios de cabeça podem ser regulados em três posições diferentes.

O revestimento do console pode ser escolhido em madeira ou com acabamento preto brilhante. O painel da versão Sport encanta por ser mais arrojado, enquanto nas demais versões ele é mais sóbrio. Todos os modelos contam com central multim.ídia e excelente sistema de áudio e vídeo.

Land Rover Discovery – este SUV da Land Rover apresenta linhas aerodinâmicas e elegantes, com um painel organizado e versátil. O Discovery, também na versão Sport, é equipado com tela sensível ao toque de 8”, que pode ser substituída por outra de 10”.

Os interessados podem optar pelas versões com quatro ou cinco lugares. Na primeira, o Discovery conta com uma área de transporte de 1.124 litros; por isto, esta versão é a preferida dos que gostam de viajar e sempre levam muitos volumes. O modelo pode ainda transportar um reboque de 2.500 kg.

O design é elegante, moderno e atraente, com uma carroceria compacta de excelentes proporções. Internamente, impressionam as superfícies clean. Alguns acabamentos, como os bancos em couro premium, são opcionais. Muitos itens de entretenimento são de série.

Mercedes-Benz GLA – este crossover desenvolvido pela montadora alemã também é montado em Iracemápolis (SP). No mercado brasileiro, o modelo é oferecido com um motor bicombustível 1.6 turbo. Disponível nas versões 200 (Style, Advance e Enduro), 250 Sport e AMG 45, o GLA disputa a faixa do mercado de luxo de entrada.

O GLA foi criado em 2013 a partir do Classe A de terceira geração (um hatch). Inicialmente, ele foi apresentado como uma minivan e, depois disto, a produção se diversificou. Com 4.41 metros de comprimento e 2,70 metros de distância entre eixos, o modelo logo se distanciou do Classe A.

O modelo também é fabricado na Índia e na Tailândia, e em breve deverá ser produzido no México. Estranhamente, ainda não está presente na China, um mercado que absorve muitos crossovers e SUVs. O modelo brasileiro conta com faróis xenon de LEDs diurnos e setas em LED.

O corpo do GLA é menor do que o do seu irmão GLC, mas é bastante volumoso. A linha de cintura é alta e não dispõe de protetores ou frisos emborrachados. As janelas têm friso cromado na parte inferior e o teto conta com duas barras longitudinais, também cromadas. Atrás, um grande spoiler surge como continuação do teto.

No interior todo branco, o GLA é sofisticado e passa realmente a impressão de luxo. O acabamento das portas e do teto é levemente emborrachado. O painel é revestido com couro e conta com display para navegação, mídia, configurações do automóvel, hodômetro e telefonia, entre outros.

BMW X1 – o campeão de vendas no Brasil é extremamente completo. Trata-se de um SUV com motores 2.0 turbo de 192 cv ou 231 cv, além de câmbio automático nas oito velocidades e tração dianteira ou integral. É produzido em Araguari (SC). A fábrica espera a chegada da versão XDrive401, que tem uma cavalaria bem maior.

Na versão atual, o espaço interno melhorou bastante. O túnel central foi rebaixado e a alavanca ficou maior, enquanto o cluster teve o tamanho reduzido e ficou com um aspecto retrô, quase anos 1970. O comprimento diminuiu em alguns centímetros, fato que permitiu que o X1 ficasse mais equilibrado em estilo.

As lanternas são equipadas com LEDs e divididas pela porta do bagageiro, cuja abertura tem acionamento elétrico. O cluster é equipado com velocímetro, nível de combustível, conta-giros e econômetro bem próximos e também há um display multifuncional para o computador de bordo.

O X1 tem poucos comandos físicos, ficando quase tudo em uma tela elevada, mas ainda não conta com tecnologia touch screen. O carro sai de fábrica com condicionador de ar, multimídia e botão de partida com desativação Start & Stop. Os bancos possuem ajustes elétricos e duas posições para o condutor. O bagageiro comporta 505 litros e a abertura automática pode ser acionada tanto do interior, quanto pela chave e maçaneta externa.

Gostou? Os preços destes campeões de vendas no segmento de carros de luxo variam de R$ 184 mil a R$ 258 mil. Estes valores, no entanto, podem aumentar bastante, a medida que os compradores personalizam os seus carros com as dezenas de opcionais disponíveis.

Os preços ficam bem abaixo dos preferidos de americanos e europeus. Um Lamborghini Veneno Roadster não sai por menos de US$ 4,5 milhões, enquanto o décimo na lista dos mais caros, o Pagani Huayra Roadster, exige um investimento de US$ 2,4 milhões, valores que também podem sofrer alterações de acordo com a configuração. Caso prefira um destes, basta procurar um importador. As peças também podem ser encontradas em sites como o AutoPecasOnline24.pt.

E ai, qual você gostou mais?

Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente