Você precisa mesmo usar desodorante?

Estudos mostram que algumas pessoas gastam dinheiro a toa com desodorante. Será que esse é seu caso?

Durante um estudo, cientistas britânicos descobriram uma nova função para um humilde gene, o ABCC11. Esse rapazinho desempenha diversas e variadas funções, mas nenhuma delas tão fantástica (tipo não deixar a cera do ouvido secar) – ou pelo menos era o que se pensava até o ano passado. Os pesquisadores perceberam que ele desempenha um papel importante no cheiro das axilas, neutralizando-o. Detalhe não tão surpreendente: esse gene é um tanto raro.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

No caso da Inglaterra, cerca de 1,6% da população do país possui o queridinho e não exala odor algum no sovaco. Isso quer dizer que as pessoas sortudas e afortunadas que o possuem não precisam passar nada, absolutamente nada nas axilas após o banho – e na verdade não precisariam nem lavá-las com sabonete, mas né?, também não precisa exagerar.

Mas o que realmente chamou a atenção desses pesquisadores é que a maioria das pessoas que possuem esse gene insistem em usar desodorante. Por que motivo? Hábito, convenção social. As pesquisas apontaram que pelo menos 80% das mulheres que possuem esse gene continuam usando desodorante todos os dias ou quase todos os dias, mesmo depois de saberem que não exalam cheiro algum, ou seja, não tem motivo para usar o produto, unicamente porque é um hábito bem visto pelas outras pessoas. Detalhe: 4,7% dos ingleses geneticamente fedidinhos não usam desodorante mesmo tendo cecê, porque não estão nem aí para as convenções…

Como saber se você tem esse gene? Bom, como comentamos no primeiro parágrafo, uma das funções do ABCC11 é não deixar a cera do ouvido secar. Sendo assim, se a cera do seu ouvido é pegajosa e grudentinha, e não fica ressecada, pode comemorar. Você provavelmente não tem motivo algum para gastar com desodorante (e a gente vai te invejar pra sempre)…

3 coisas que você provavelmente não sabe sobre o desodorante:

– Tanto faz se é pra homem ou mulher: embora as mulheres tenham mais glândulas sudoríparas, os homens suam muito mais do que as mulheres. Ainda assim, não faz a menor diferença usar desodorante masculino ou feminino. Isso porque as fórmulas são praticamente idênticas, o que muda é o cheiro e a embalagem.

– Os desodorantes matam bactérias: o suor não fede, na verdade quase não tem cheiro. O mau cheiro das axilas vem de bactérias que ficam na pele e se decompõem junto com o suor. Alguns desodorantes são capazes de matar essas bactérias e impedir o mau cheiro. Já os antitranspirantes agem diretamente na causa do suor.

– Já se combatia o cecê na antiguidade: segundo artigo da Times, os antigos egípcios inventaram os banhos perfumados e já usavam essências nas axilas. Mas o primeiro desodorante só foi ser inventado e comercializado em 1888! Ele se chamava “Mum”, e o primeiro antiperspirante chegou ao mercado 15 anos depois.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

01 Comentário

  • PEÇO AJUDA,
    TENHO UMA FILHA DE 10 ANOS E JÁ TEM O CHAMADO CECÊ E É MUITO FORTE O CHEIRO.
    MEMSO ELA TOMANDO BANHO,FICANDO LIMPINHA,E ISSO ELA É, COM MENOS DE 1 HORA DEPOIS JÁ COMEÇA O ODOR.
    O QUE FAZER?? JÁ TETAMOS VARIOS TIPOS DE PRODUTOS E NÃO CONSEGUIMOS NENHUM RESULTADO.
    AGRADEÇO QUEM PUDER ME AJUDAR.

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.