Ushuaia, a cidade mais meridional do mundo

Ushuaia situa-se há três mil quilômetros da capital argentina, onde começa o “fim do mundo”.

Ushuaia é uma cidade argentina, capital da Província da Terra do Fogo. Seu nome significa baía profunda no idioma indígena yagan. Seria mais uma gelada colônia de pesca, não fosse uma característica única: Ushuaia é a cidade mais meridional do mundo, ou seja, o núcleo urbano situado na maior latitude possível: 55°48’ sul, o que a torna a cidade mais austral do planeta, ou, como diz o slogan do município, a cidade do fim do mundo.

Ushuaia situa-se na Patagônia, entre os montes Olívia e Martial, últimos trechos da cordilheira dos Andes no sul do continente, e a baía que leva seu nome. Das encostas, é possível divisar toda a cidade, o vale de Andorra, o canal de Beagle (com o Farol de Ushuaia, ou Farol do Fim do Mundo) e diversas ilhas. O grau de dificuldade para subir as montanhas é considerado baixo pelos habitantes, mas pode ser bastante difícil para quem nunca escalou na neve. Mas a visão incrível vale o esforço. Os rios são curtos e de correnteza fraca, mas há diversos lagos, como o Escondido e o Fagnano, e os glaciares são abundantes. A costa é recortada por fiordes, baías e ilhotas. O centro urbano está situado perto da falha Magalhães-Fagnano, o que determina forte atividade sísmica.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

A região foi colonizada há cerca de 13 mil anos, com a chegada dos primeiros humanos à região. O primeiro europeu a explorar a Patagônia foi o português Fernando de Magalhães, em 1520, que, por causa das muitas fogueiras acesas, batizou a região de Terra do Fogo. Cerca de 20 anos depois, a Espanha reivindicou a colônia para si, o que não impediu que ingleses e holandeses de aventurassem pela região, já que nenhuma das tentativas espanholas de fortificar e povoar a terra logrou êxito.

Em 1829, a Argentina, já independente, assumiu o controle do sul americano, instalando um comando militar nas Ilhas Malvinas, a sudeste do continente. Ingleses e argentinos continuaram as tentativas de colonizar a região por todo o século XIX. Em 1881, Chile e Argentina definiram a partilha da Terra do Fogo.

As rodovias da Patagônia são frágeis, pelas condições do clima. Mas Ushuaia, que tem forte vocação turística, conta com um aeroporto internacional e a navegação comercial no canal de Beagle é intensa. A cidade mais meridional do mundo recebe cerca de 300 mil turistas por ano, número crescente na última década. Esta população flutuante é formada, na maioria, por visitantes estrangeiros, ávidos por conhecer o Parque Nacional da Terra do Fogo, com suas árvores coloridas de vermelho e amarelo no outono, escalar as montanhas, praticar esqui e trenó, navegar entre geleiras, avistar baleias e golfinhos e deliciar-se com a gastronomia da cidade, em que se destaca o caranguejo gigante, a centolla. O cordeiro-da-patagônia assado é outra pedida bastante apetitosa.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.