Insista nos treinos até seu corpo viciar

Seis em cada dez pessoas que se matriculam em academias desistem das aulas nos três primeiros meses de atividade.

Muita gente decide abandonar o sedentarismo, adota uma atividade física e abandona a prática poucos meses (ou dias) depois. Os motivos mais comuns são a falta de tempo e as dores musculares, em geral provocadas por exercícios mal feitos, má alimentação e até uso de tênis inadequados. Mas é preciso ter persistência e insistir nos treinos: o corpo “vicia”.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Geralmente, as pessoas são autoindulgentes quando se trata de parar de se exercitar. Calor ou frio, excesso de trabalho, um resfriado, são justificativas para voltar ao velho e mau sedentarismo. No entanto, é preciso insistir. Um corpo acostumado a cadeiras, poltronas e TV não consegue, de um dia para outro, entrar e forma. São necessários alguns meses de treino até começar a sentir prazer com os exercícios.

A atividade física libera endorfinas relacionadas à sensação de prazer, mas também aumenta a formação de espécies reativas de oxigênio (oxidação de sais minerais), que podem causar dores e até lesões musculares. É preciso conhecer o corpo, descobrir os alimentos e suplementos que evitam estes efeitos negativos para obter os melhores resultados. E isto leva algum tempo.

Qual a melhor atividade para os iniciantes? A mais adequada para cada um. Algumas pessoas ficam aborrecidas no ambiente fechado da academia, então a opção é caminhar pelas ruas. Falta motivação? Faça a atividade em grupo, os colegas vão estimulá-lo a prosseguir. Falta de tempo? Você pode esquecer o elevador, subir e descer as escadas de seu apartamento ou trabalho. São apenas alguns minutos a mais.

Para começar, divida o tempo dos exercícios. Em vez de caminhar 30 minutos, faça três caminhadas de 10. Estudos indicam que esta atitude é tão eficiente para controle da pressão arterial como os treinamentos longos. E é possível aproveitar as pequenas folgas do dia. Mas não se esqueça de que o ritmo deve ser gradualmente ampliado para a obtenção de bons resultados.

Caso não consiga cumprir os objetivos, reduza-os. Isto não vai ser suficiente para garantir melhorias físicas, como emagrecer e melhorar a condição cardiorrespiratória, mas vai reduzir o estresse e condicionar o cérebro a liberar os neurotransmissores. O corpo vai se viciar nos treinos.

Lembre-se: exercícios dependem de avaliação física. Evite a ingestão excessiva de açúcares e gorduras, mas não treine em jejum. Isto é comum para atletas de alto rendimento, mas você é um amador em início de carreira. Para aumentar a diversão, alterne os exercícios: caminhar, correr, nadar, pedalar, dançar, praticar ioga.

Em três meses, a prática vai ser tão natural como respirar ou dormir.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.