Tratamento para ejaculação precoce

A ejaculação é considerada precoce quando acontece antes da penetração ou no minuto da penetração. É um mal que tem cura.

Não basta ejacular antes da hora uma só vez para ser ejaculação precoce. Na hora de analisar seriamente os casos, a falta de controle do homem deve ser frequente, assim como a insatisfação da mulher. Isso se deve ao fato de que muitas vezes a dama precisa de mais tempo para chegar ao ápice. Cerca de 28% de homens entre 17 e 78 anos sofre desse mal.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Causas

A causa principal do distúrbio é a ansiedade. Às vezes o homem começa bem, mas quando as ejaculações descontrolam-se, a adrenalina aumenta, causando mais tensão e menos controle. Alguns chegam a desenvolver disfunção erétil por conta das ejaculações rápidas.

Outras causas são: mudança de parceira; excitação e desejo em excesso; culpa por traição; falta de experiência e pouco sexo.

O problema é comum em adolescentes que estão iniciando a vida sexual, já que a falta de experiência, o receio de não ter um bom resultado com a parceira e medo de que alguém os veja pode desencadear ansiedade e ejaculação antes do tempo ideal. Geralmente a ejaculação se normaliza com as experiências.

Essa disfunção pode atingir homens de todas as idades, que antes ejaculavam normalmente, mas tornaram-se ansiosos por algum fator. Geralmente o maior problema enfrentado por homens com ejaculação precoce é não conseguir satisfazer a parceira.

Diagnóstico

Para diagnosticar o problema, o médico analisa toda a história do paciente e seus relatos sobre as experiências sexuais. Até agora estudos mostra que os casos de ejaculação precoce não estão ligados a mau funcionamento do organismo, exceto algumas doenças cerebrais que podem prejudicar o funcionamento do sexo.

Tratamento

Psicoterapia e uso de antidepressivos fazem parte do tratamento. Os remédios são usados para diminuir a ansiedade do paciente para que ele consiga controlar melhor o momento da ejaculação. Nesse processo o apoio da parceira influencia muito.

Para iniciar o tratamento é importante que o homem procure um especialista logo que suspeitar de ejaculação precoce. A terapia sexual normalmente funciona bem.

Aceitar o tratamento psicológico também é importante, já que ajuda com o distúrbio e exige participação da parceira. Desse modo o relacionamento torna-se melhor.

Outro ponto importante é entender que ambos alcançarem o orgasmo ao mesmo tempo nem sempre é possível, o ideal é que os dois fiquem satisfeitos, mesmo com modos e tempos diferentes.

Como o problema de ansiedade geralmente retorna, o paciente deve ter em mente que talvez use os remédios por um longo período. Em muitos casos o médico pede que se faça sexo com mais frequência, como uma espécie de treino.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.