Tosse seca e persistente pode ser eliminada rapidamente

Aprendendo a identificar os sinais de uma tosse seca é possível combater esse incômodo de inverno com eficiência, rapidez e até soluções caseiras.

O clima frio e seco do outono e inverno costuma trazer consigo uma série de doenças respiratórias e alérgicas, justamente pela redução da umidade do ar. É praticamente impossível sair ileso nestas épocas do ano, onde vemos o aumento de casos de bronquite, asma, rinite, pneumonia, gripe e resfriado. A tosse seca engrossa esta lista e é uma forma de irritação do aparelho respiratório causada pelo ar seco e outros fatores, como cigarro, poluição e poeira. Ou seja, a propensão de desenvolver uma tosse seca morando em uma grande cidade ou capital é bem alta.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Ainda é muito comum algumas pessoas não saberem identificar a diferença entre uma tosse seca ou uma tosse apresentada por algum dos sintomas de uma gripe, por exemplo. Porém, a forma mais fácil de identificação já está no próprio nome: a tosse seca, ao contrário das demais tosses, não contem secreções ou catarro. Além disso, a tosse seca costuma ser persistente e se intensifica no período noturno. Esse discernimento é muito importante na hora da medicação, uma vez que a maioria da população procura se automedicar nos casos de doenças de inverno. Uma pessoa com tosse seca não deve usar expectorante, por exemplo. Ao fazer isso, a pessoa vai aumentar ainda mais a sua tosse, sendo que o ideal seria que fizesse o uso de algum tipo de algum antitussígeno específico ou xarope.

Para evitar a tosse seca, é preciso tentar manter o ambiente em que se vive o mais limpo e arejado possível nos dias de clima mais frio, tomando cuidado com aqueles cobertores e casacos que ficaram guardados durante todo o verão, por exemplo.

Dentre as receitas caseiras, estão os famosos xaropes de guaco, cenoura e gengibre. Outra opção, não muito agradável, mas muito eficaz, é o gargarejo com água morna e sal. Isso porque o sal age como um bactericida, eliminando da garganta o microorganismo que está causando a tosse seca. No dia-a-dia, para evitar essa tosse, é recomendado chupar balas de mel e própolis, para manter a garganta hidratada.

Porém, se com todos os cuidados citados a tosse seca persistir por mais de duas semanas, o ideal é consultar um médico. Talvez essa tosse seca seja, na verdade, uma tosse alérgica, necessitando de tratamento específico à base de histamínicos.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.