Televisão: Até que ponto é aceitável Liberdade de Imprensa

Como garantir a liberdade de informação e evitar abusos no meio de comunicação .

Os meios de comunicação no Brasil agem corretamente em relação à imagem, a vida privada e a honra das pessoas que são entrevistadas ou abordadas sem nenhum aviso nas ruas das grandes cidades? E este procedimento utilizado é vistoriado, fiscalizado se há ou não algum excesso da parte da imprensa? E se é fiscalizado quem fiscaliza?

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

A televisão brasileira tem em sua televisão ótimos programas de auditório, telejornais muito bem elaborados e com matérias investigativas que realmente denunciam e acabam com redes criminosas de todos os tipos: prostituição, tráfico de drogas, corrupção e todo tipo de procedimento ilegal que está acontecendo à surdina, este é o lado bom da imprensa brasileira.

Mas existe também o lado negativo da mesma, e as pessoas mais humildes são as mais “exploradas” por assim dizer, pelos telejornais policiais, e ou “pegadinhas” que são retransmitidas para o Brasil e às vezes para o mundo todo em grandes redes de televisão.

Às vezes ocorre um pré-julgamento, uma brincadeira constrangedora e até humilhante que uma simples pessoa que está passando na rua, sofre, por meio de repórteres que intimidam a pessoa a opinar sobre tal assunto ou atores que vestido de macaco assustam ou jogam água, gritam e inventam estórias para enganar os desavisados, os expondo a humilhação e sem nenhuma permissão retransmitem sua imagem, sem qualquer cachê ou remuneração, ganham expressivos pontos de audiência a custa de pessoas simples que não sabem seus direitos e que sua imagem é inviolável e que só pode ser retransmitida após um pleno acordo entre as partes ou a assinatura de um termo que possibilita a geração das imagens na televisão.

E quem fiscaliza esses abusos que são cometidos contra os cidadãos brasileiros?

Pois por incrível que pareça não há nenhuma averiguação ou fiscalização antes que as imagens são retransmitidas na televisão, após isto, creio que existam juizes ou autoridades que identificando os abusos, apelam para a justiça com ações para impedir o sinal do programa para que ele não vá mais ao ar, e estes acontecimentos, estão ocorrendo com freqüência, hora ou outra, vemos programas que saem do ar por determinação judicial por exibir cenas inadequadas para o horário ou por abusos ou denuncias sem fundamento contra pessoas ou instituições.

Mas o mais importante é que nós cidadãos brasileiros, devemos nos conscientizar que temos direitos e que ninguém tem o poder de nos expor a humilhação e ao ridículo sem que seja de nossa livre e espontânea vontade, então vamos nos conscientizar, pois nosso desejo e vontade têm mais poder do que uma câmera e um microfone.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

2 Comentários

  • isto é uma vergonha eles invadem o espaço de qualquer sem permissão e quanto mais tragedia mais eles ganham, não respeitam nem sepultamentos ganham com a dor do ser humano e não são fiscalizados,tinha que voltar a censura para travar estes urubus,que querem dominar o Pais.

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.