Tablet Phaser Kinno

Investindo em preço baixo, o Kinno é um tablet acessível.

No meio termo entre baixos preços e uma boa quantidade de recursos, o Phaser Kinno prefere contar com a economia. Assim o Kinno se torna uma opção de baixo preço com recursos básicos para quem deseja ter um tablet acessível.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

O Kinno não surpreende em sua configuração, com uma processador VIA WM8650 com clock de 800 MHz, comparável a smartphones muitos menores. A GPU é a DSP de 300 MHz, se tornando ultrapassada para os padrões atuais. A memória também deixa a desejar, com apenas 256 MB de RAM e 2 GB de memória interna. Isso se reflete em uma resposta inconstante a sites que abusam de recursos como Flash e em reproduções de vídeos de alta resolução.

Mesmo assim, as animações dos menus se mostram condizentes, com boa fluidez e boa aparência. A tela de sete polegadas torna um pouco difícil o uso dos aplicativos e a navegação pela internet, mas nada que atrapalhe a boa usabilidade. Pressionando o centro do display, percebemos a distância entre a superfície externa e a tela touch. Pela distância, o manuseio pode se tornar uma experiência frustrante, devido à imprecisão e a insensiblidade da interface.

O sistema operacional é o Froyo 2.2, versão desatualizada do Android, que deixa a desejar em relação a concorrentes com o mesmo SO, como o Gingerbread e o HoneyComb. Assim o Kinno possui um teclado virtual e uma câmera de difícil manuseio e teclas pequenas, como um controle de energia pouco eficiente.

Apesar de não possuir muitos atributos na reprodução de vídeos, o Kinno apresenta desempenho mediano em sua categoria. Reproduzindo vídeos no formato MPEG4 com resolução de 1280×540, ele se torna compatível com os tablets de sua categoria. O áudio garante boa gama de formatos, aceitando formatos como o WAV e o MPEG, 1, 2 e 4. A câmera frontal conta com pouca resolução, sendo de 0,3 MP. O sistema de áudio também não surpreende, tornando necessário o uso de fones, que acompanham o produto.

A conectividade fica por conta do leitor de cartões SD, com capacidade para até 32 GB. Existe também uma microUSB e uma USB convencional, além disso a Wi-Fi também está presente. Um ponto fraco é a ausência do Bluetooth e do 3G, se limitando a uma entrada P2 para os fones.

Com preços a partir de R$ 499, o Phaser Kinno é um produto indicado para quem precisa de atributos convencionais e deseja a praticidade de um tablet.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.