Susan Boyle, a desempregada que emocionou o Reino Unido e virou celebridade

Susan Boyle, aparentemente uma comum britânica de 47 anos, mostrou para o Reino Unido e em seguida para o mundo através da internet, que não tem nada de comum. Após se apresentar pela primeira vez no programa de televisão “Britain’s got talent” (espécie de Ídolos aqui no Brasil), ela se tornou uma celebridade.

Susan em sua primeira apresentação emocionou milhões de pessoas ao redor do mundo.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Susan, que atualmente está desempregada, faz trabalhos voluntários em uma igreja de West Lothian, em Edimburgo, na Escócia, onde também reside. Ela sempre gostou de cantar, porém, somente em bares e boates com karaokês.

No último sábado (11/04), Susan Boyle impressionou os jurados e mais de 11 milhões de expectadores ao cantar a música “I dreamed a dream”, do musical “Os Miseráveis”. Seu vídeo oficial no Youtube já foi visto por mais de 7 milhões de usuários nos últimos 4 dias.

Foi sensacional a apresentação, o vídeo é imperdível. Ela chega toda tímida, ninguém botando fé na sua performance. Bastou começar a cantar para que todos se emocionassem e aplaudissem de pé o talento de Susan Boyle. É espetacular, confira:

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

7 Comentários

  • Essa mulher canta muito, mesmo!Onde será que ela estava escondida que não tinha sido encontrada antes com tamanho talento? O problema da imagem dela, eu não tive problema, já que o meu monitor tah todo zuado e com a imagem distorcida, não fez diferença a aparência real da Susan,rs. Mas, isso eu vou procurar me informar em outros blogs e fóruns.

  • […] Boyle em filme pornô? 23 / abril / 2009 | Por: Miguel Mascarenhas Pasmem. Sabe a Susan Boyle, aquela mulher que do nada virou celebridade ao mostrar ao mundo que cantava de mais no […]

  • Eu tinha que escrever algo sobre essa mulher que me fez chorar como há muito tempo não choro e esse texto não vai pro blog porque estou tão extasiado com ela que não quero por enquanto colocar nada lá, quero ficar olhando e ouvindo ela cantar o maior tempo que conseguir.Eu estava na sintonia da “Divina comédia”, mas sinto que vou ter que pegar um atalho só por hoje para “Os miseráveis” de Victor Hugo que, aliás, há muito tempo anda falando comigo.
    Escrevo sobre Susan porque a quero como mais um dos verbetes da enciclopédia da minha alma, tudo que escrevo vem de dentro de mim e isso torna as palavras, os sentimentos e as pessoas parte da minha existência, o físico é ilusão, o pensamento que é o real. Susan parece ser a resposta a uma voz que há muito tempo clama dentro de mim , a mudança do mundo, a sensibilização dele torno-o um lugar menos hostil e mais feliz.
    Eu me identifico com Susan porque eu já senti na carne o que é ser desprezado pela crueldade de outros seres humanos, porque sinto a realização plena do meu corpo ao ter superado meus complexos, eu tenho baixa estatura para um homem, e isso sempre foi motivo de chacota, até um dia, até o dia que eu percebi que aquelas pessoas eram cegas, elas não viam o que eu tinha de maior em mim e eu resolvi mostrar ao mundo o que é.Hoje todos os dias quando acordo me orgulho de quem sou.
    Como Susan eu tinha preconceito comigo mesmo, uma amiga certa vez abriu meus olhos para isso, eu agradeço a ela por ter me fortalecido, acreditava no bullying que as pessoas adoram fazer com as outras, a humilhação é um prazer sádico inerente ao caráter humano, aprendi a rir das piadas que faziam comigo, fui aperfeiçoando minha percepção, aguçando meu olhar, aprofundando a minha sensibilidade.Assim a minha empatia se tornou um dom, assim como a expressão dos sentimentos mais íntimos.Aprendi com a vida e com a insensibilidade das pessoas a reconhecer o caráter de alguém apenas pela maneira dela olhar ou se dirigir a você.
    Susan fez girar a minha vida e hoje é um dia especial para mim, se sorrateiras minhas futuras rugas, quase sempre frutos de preocupação excessiva ou de stress maligno, estiverem nesse momento nascendo em meu rosto elas não serão como as outras, estas são marcas da expressão do meu sorriso

  • É realmente emocionante ver e ouvir Susan cantando lindamente apesar de tudo e acima de tudo … Vivemos num mundo de aparências, onde as pessoas são pré-julgadas pela sua aparência fisíca e/ou então por sua situação financeira. Sabemos que muitas pessoas sem talento compram fama como estivessem comprando coisa …
    Quando vejo situações verdadeiras como essa, fico realmente gratificada.
    Vitória do talento e da verdade.
    Aproveito a oportunidade para lembrar e repassar a todos que interessar um e-mail que recebi hoje de um site de músicos:
    ” Vamos todos entrar em contato com o telefone 0800 619 619, opção 1 e dar nosso apoio ao Projeto de Lei nº. 2094/07, cuja proposta garante e Disciplina o couvert artístico e dá outras providências. A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovouna última quarta-feira, o projeto de Lei 2094/07 que regulamenta o couvert artístico. Pela proposta a contratação do músico profissional poderá seguir dois modelos: contrato de remuneração por turno, no qual o estabelecimento, junto ao músico, fixa o valor da remuneração e o total de horas de trabalho ou contrato de remuneração variável, no qual o músico é remunerado pelo repasse integral do adicionais cobrados dos clientes. A informação sobre a cobrança também deverá constar do cardápio,incluindo o valor cobrado e os dias e horários das apresentações. A proposta tramita em caráter conclusivo, ainda será analisada pelaComissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Assim, vamos nos unir e telefonar para o 0800 619 619, opção 1.A atendente irá solicitar alguns dados e, a seguir perguntar qual o assunto, basta solicitar que a Lei 2094/07 seja aprovada. A mensagem com um pedido de apoio também pode ser encaminhada para deputados que você queira indicar, a três estados ou às bancadas de até três partidos.”
    Vamos nos unir para apoiar a luta dos músicos de bares brasileiros que são tão desrespeitados e até marginalizados em nosso país.
    O trabalho deles é mal pago e até explorado.
    Assim como Susan tem muitos músicos de bares talentosos que estão trabalhando muito e completamentamente desprotegidos em seus direitos , aliás, sem direitos.
    Espero que a classe consiga seus direitos.
    Olga Cris

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.