Suplementos para ganhar massa muscular

Atletas e malhadores em geral precisam de suplementos para ganhar massa muscular mais rapidamente.

No dia a dia, pessoas que praticam atividades físicas leves, como caminhar ou pedalar por períodos curtos, só precisam de uma alimentação balanceada para absorver os nutrientes necessários às tarefas do organismo. Atletas profissionais e adeptos da malhação, no entanto, precisam de suplementos, especialmente quando querem ganhar massa muscular, seja para a prática de esportes, seja para definir o corpo.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Apesar de óbvio, é preciso dizer que suplementos apenas “suplementam”, ou seja, não existe nenhum produto mágico no mercado capaz de conferir braços, pernas, abdômen e glúteos torneados: é preciso combiná-los a exercícios (seguindo a orientação do educador físico), alimentação, sono adequado, etc.
Aliás, existem produtos que conferem a aparência bombada em pouco tempo e com pouca atividade: os anabolizantes esteroides. Mas eles são totalmente contraindicados, porque os efeitos colaterais são extremamente danosos ao organismo, mesmo no curto prazo. Portanto, é preciso dedicação e acompanhamento técnico para ganhar massa muscular – e principalmente para manter o shape atlético.

Os estimulantes

São suplementos para antes dos treinos e existem diversas marcas disponíveis no mercado, com vendas inclusive pela internet (mas a maioria das academias tem uma lojinha com estes produtos). Os estimulantes garantem aumento da força e da explosão, maior disposição e concentração, além de reduzirem o cansaço.
Com isto, é possível elevar a intensidade dos treinos. Os resultados são visíveis logo nos primeiros dias de utilização, desde que sejam respeitados os ciclos de utilização e à própria tolerância individual a suplementos estimulantes. Mas nem todos podem tomá-los. Pessoas com problemas cardíacos e hipertensos podem ter problemas com estes produtos. Portanto, é preciso consultar o médico.

As proteínas

Estes suplementos são indicados apenas para quem não tempo de fazer uma refeição antes dos treinos (por exemplo, quem vai para a academia logo depois que sai do trabalho). Do contrário, um copo de leite, um sanduíche de presunto (ou outros embutidos de porco ou vaca) e um bife pequeno garante a ingestão das proteínas necessárias para uma boa malhação.

Quando o lanche não é possível – e existem atletas que não gostam de se alimentar antes dos exercícios – entram em cena os suplementos à base de proteína: 25 gramas, diluídos em um copo d’água. Muitos produtos alardeiam diversas indicações e são bem mais caros por causa disto. Escolha entre as proteínas completas, que fornecem os oito aminoácidos essenciais, não produzidos pelo organismo.

Mas não é preciso se preocupar demais: os suplementos whey ISO (proteína isolada de trigo) dão conta do recado. Eles são a proteína que proporciona os melhores e mais rápidos efeitos anabólicos, mas não são indicados para quem tem intolerância à lactose.

O estoque de proteínas é muito importante durante os treinos. Quando o organismo precisa delas – isto ocorre em toda atividade física –, e não as encontra, vai retirá-las de qualquer depósito, e isto é um desastre para quem quer ganhar massa muscular: é o efeito catabólico, a destruição das fibras dos músculos estriados (responsáveis pela movimentação e sustentação do corpo).

Voltamos a lembrar: suplementos são apenas suplementos. Um atleta, homem ou mulher, deve consumir 1,5 gramas de proteína por quilo do peso corporal. Isto é obtido, para uma pessoa de 65 kg, com 300 gramas de carne magra (bovina, de aves ou peixes) em todas as refeições do dia.

Creatina

Muito popular nas academias, a creatina é um suplemento que produz resultados em curto prazo. Aumenta a massa muscular, torna a musculatura mais resistente, dá mais pique para os exercícios e possibilita melhor desempenho para as atividades que exigem força e explosão.

Mas atenção: a dose máxima é de 10 gramas por dia, dividindo as ingestões entre antes e depois da malhação, com descansos a cada três meses, para que não ocorram disfunções renais. Como a creatina só é vendida oficialmente em farmácias de manipulação, sob prescrição médica. Muitas pessoas recorrem ao mercado informal, o que é bastante arriscado, especialmente quando o suplemento é combinado a outras substâncias.

A partir dos 30 anos, é preciso adotar um suplemento de cálcio, especialmente entre os que não estão acostumados a consumir leite e seus derivados (iogurte, requeijão, queijo, manteiga, etc.). O mineral é extremamente importante para a saúde dos ossos.

Numa pesquisa rápida na internet, é possível encontrar centenas de suplementos para ganhar massa muscular. O ideal, no entanto, é procurar orientação médica e também do educador físico. Uma dica: se ele propuser mais de três suplementos diários, provavelmente estará apenas promovendo os produtos da loja da academia. Consulte profissionais sérios, dedique-se aos treinos e os resultados surgirão em pouco tempo.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.