Sobremesas que não acabam com a dieta

Dietas rigorosas não são recomendadas, mas às vezes são a única solução. Algumas sobremesas não acabam com a dieta e até ajudam a reduzir o peso.

Uma dieta para perder muitos quilos em pouco tempo é reprovada por dez entre dez nutricionistas, mas, em alguns casos, é necessário recorrer a ela: uma festa especial, uma viagem inesperada e até a correção de problemas de saúde. Ao contrário do que imagina a nossa “vã filosofia”, alguns doces e sobremesas não acabam a dieta e podem contribuir para eliminar a fome naqueles momentos críticos.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Depois de pregar um zíper na boca por algumas semanas, é preciso comprometer-se a seguir um regime balanceado, que não impeça nenhum dos prazeres da vida – doces e salgados. Enquanto isto, vamos conferir algumas sobremesas que não comprometem a silhueta, nem prejudicam o “plano estratégico” de perder peso rapidamente.

Sobremesas

Não é preciso se restringir às frutas recomendadas e às gelatinas light – que, de qualquer forma, são deliciosas e ricas em colágeno, além de sua composição praticamente limitar-se à água, útil para melhorar o funcionamento dos rins e da bexiga, ajudando a eliminar toxinas. Em casa, é possível adicionar frutas em pedaços na hora do preparo, garantindo os benefícios da gelatina e também da fruta favorita.

No mercado, é possível encontrar diversas marcas de compotas de frutas (e também frutas em calda) de baixas calorias. É necessário estar atento aos rótulos. Os melhores produtos são os formulados sem adição de açúcar branco.

As mousses preparadas com creme de leite light também são uma boa escolha. Nas receitas, no entanto (e em qualquer outra ingestão de frutas), coco, açaí e abacate precisam ficar de fora, porque são muito calóricos. O maracujá é o mais indicado, sempre se lembrando de comer com moderação.

Algumas receitas podem ser estranhas, mas certamente não acabam com a dieta. Uma delas e o pavê de amendoim (procure uma receita light na internet). Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o amendoim não é um vilão na dieta: em porções adequadas (e sem sal), ele ajuda a emagrecer.

O doce de avelã com chocolate alivia o desejo de ingerir chocolate, comum entre praticamente todos os seres humanos e “gritante” especialmente durante a TPM. Nem era necessário dizer, mas a receita exige ingredientes light.

Pequenas porções de arroz doce também estão liberadas, sem impacto na dieta. Procure adoçar a guloseima com adoçante culinário ou stévia e não economize na canela, um alimento termogênico que funciona como excelente auxiliar na dieta.

O creme de papaia também contribui para o sucesso da dieta. Preparado com creme de leite light, a papaia contribui para o bom funcionamento do intestino, mata a vontade de comer doces e prolonga a saciedade. Especialistas afirmam que é a melhor opção se sobremesa durante os regimes de restrição de alimentos.

Chocolate orgânico

As barras de chocolate eliminam a vontade (ou compulsão) de render-se a uma caixa de bombons. O chocolate orgânico meio-amargo é cremoso, rico em cálcio, livre de agrotóxicos, não usa açúcar branco na composição e utiliza manteiga de cacau, a única gordura saturada que não promove o aumento do mau colesterol. A única contraindicação é para os portadores de intolerância ao glúten.

A guloseima substitui brownies, cupcakes e outros bolinhos com muitas vantagens. Uma porção de 100 gramas (mais que o dobro do consumo diário indicado) oferece apenas 550 kcal. O chocolate amargo (teor mínimo de 70% de cacau) pode ser consumido com frutas vermelhas (reduz a ingestão e aumenta a sensação de saciedade), ou adquirido nos sabores com nozes, que garantem uma dose extra de proteínas e fibras, que facilitam o trânsito intestinal, eliminando a retenção de líquidos – e o consequente inchaço.

Proteína no café da manhã

O iogurte grego sempre impressiona quando é consumido pela primeira vez, em função da sua textura, completamente diferente da de seus “primos” encontrados no mercado. As versões light deste iogurte oferecem cerca de 35 kcal.

Adicionando-se uma cobertura de nozes, mel ou chocolate amargo à versão natural, fica garantida a dose diária de proteínas e cálcio. Não se esqueça de escolher os produtos light, já que as demais são ricas em gorduras.

Com moderação, o iogurte grego light pode servir como lanche da tarde. Algumas pessoas, no entanto, são suportam a ideia de renunciar ao sorvete. É possível consumi-lo, preferencialmente nos sabores de frutas (sem leite na fórmula).

Mesmo assim, é preciso um truque para enganar o cérebro: sirva-se de meia porção e tome a sobremesa lentamente, em pequenas colheradas (o organismo entenderá que está ingerindo uma quantidade bem maior). Acrescente canela, para tornar o doce mais aromático: quanto mais sentidos estiverem envolvidos, maior será a sensação de saciedade.

Pipoca!

Há tempos, a pipoca foi reabilitada pelos nutricionistas. Trata-se de um grão integral, rico em carboidratos e fibras. A casca do milho estourado contém polifenóis, que atuam como antioxidantes – retardam o envelhecimento e previnem contra as doenças cardíacas e a oxidação do colesterol.

O alto teor de fibras obriga os grãos a “conversarem” por mais tempo, retidos no estômago, até que a sua digestão esteja completa para a próxima etapa. Isto aumenta a sensação de saciedade, reduzindo as probabilidades de um lanchinho desastroso no meio da tarde ou da noite.

Mas a pipoca é um petisco salgado, dirão os consumidores menos avisados. Sim e não. Eliminando totalmente, por razões óbvias, a pipoca com groselha, é possível salpicar a pipoca com chocolate meio-amargo ou cacau em pó: temos um doce gostoso, saudável e pouco calórico. Isto não significa, claro, que está liberado devorar uma tigela inteira. Tudo tem de ser feito com moderação.

Lanchinhos

Quem tomou um iogurte no café da manhã deve evitar repetir a dose durante o dia. Um bom substituto para os pequenos lanches são os biscoitos com fibras, feitos com farinha de trigo integral e enriquecidos com frutas, mel, canela, etc.

Estas bolachas são muito saborosas e também ajudam a enganar o cérebro. A ingestão pode ser acompanhada por chá (o verde é muito indicado) ou sucos naturais sem adição de açúcar. É preciso escolher sempre as versões com fibras, que auxiliam o funcionamento do sistema gastrointestinal.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.