Sintomas da Depressão e Tratamento

Segundo o INSS estima-se que 17 milhões de brasileiros tenham depressão. Conheça seus principais sintomas e tratamentos.

Os sintomas da depressão, muitas vezes, não são percebidos pela própria pessoa que está passando pelo processo e muito menos pelos familiares, amigos e outras pessoas próximas, é muito comum que a depressão tenha seus sintomas confundidos com uma simples tristeza.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Estar alerta e prestar atenção aos sinais dados por alguém que esteja passando por esta situação facilitam a obtenção de um diagnóstico no início do processo, o que possibilita a realização de um tratamento com chances muito maiores de eficiência, é o que diz a recomendação médica.

Alguns sintomas da depressão são fáceis de serem percebidos e os primeiros deles são as mudanças bruscas de humor, a perda da autoestima e do desejo de realizar atividades, a pessoa sente-se com pouca ou nenhuma energia para realizar nada e passa a ter mais dificuldades para se concentrar, além de, em muitos casos, ocorrerem distúrbios de sono e de apetite.

Se estes sintomas não forem tratados como se deve, as chances de que a doença evolua para um caso mais grave são muito maiores, podendo inclusive levar a pessoa a um isolamento, a um prejuízo enorme de qualidade de vida e a uma perda de interesse tão grande pela vida a ponto de deixá-la incapaz de se autogerenciar e com possibilidade de induzi-la a morte. Infelizmente não são poucos os casos de suicídio relacionados a um quadro depressivo, segundo a Organização Mundial de Saúde a quantidade de pessoas que morrem por causas associadas à depressão chega a 850.000 por ano.

Embora a doença não atinja um grupo específico de pessoas, a incidência de depressão em mulheres é maior do que em homens chegando a dois casos femininos para cada um masculino, mas não há uma constatação científica que explique o motivo desta maior incidência nas mulheres, apenas teorias.

O tratamento da depressão é realizado prioritariamente fazendo-se uso de medicamentos antidepressivos e de acompanhamento médico psicológico. Em muitos casos também é recomendável à associação de atividades físicas, principalmente as esportivas e aeróbicas.

A boa notícia é que, em média, 70% das pessoas que apresentam um quadro de depressão respondem muito bem ao tratamento, embora esta seja considerada uma doença recorrente, ou seja, em que os sintomas podem voltar. Os outros 30% não exibem indícios de melhora, mas isso infelizmente pode dever-se ao fato de a pessoa não receber o tratamento mais adequado para o seu caso, segundo a Associação Brasileira de Psiquiatria.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.