forbrukslånhjelpen | forbrukslån rask utbetaling | forburkslån

Síndrome do Pânico: Quando a ansiedade se transforma em Pânico

A vontade de antecipar o futuro e evitar que os perigos se aproximem é um sentimento normal de defesa do ser humano e é graças a ele que conseguimos diminuir as conseqüências de uma ação e até impedir acidentes. Quando esse sentimento de proteção toma proporções maiores e passamos a nos privar de viver – a chamada fobia social, pelo medo de correr riscos, e com certa freqüência, desenvolvemos a chamada Ansiedade Patológica, ou Síndrome do Pânico.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

A doença é desencadeada por um fator emocional, em situação de estresse, como pressão no trabalho, assalto, sequestro ou problemas domésticos, em que a sensação de desamparo limita o poder de clareza e de tomada de decisões, podendo aparecer também pelo uso de medicamentos, doenças físicas, abuso de álcool e drogas ou ainda pela genética familiar.

Mais freqüente em mulheres, a Síndrome do Pânico apresenta sintomas como falta de ar, aceleração dos batimentos cardíacos, sudorese, tremor, fraqueza nas pernas, ondas de frio e calor, tontura, sensação de desmaio, de loucura e até de aproximação da morte.

O tratamento normalmente ocorre através do acompanhamento psicoterápico e medicamentoso, levando, em média, um ano para se estabilizar. A cura espontânea é rara e a falta de tratamento desencadeia depressão, alcoolismo e uso indiscriminado de sedativos, causando prejuízos à vida profissional, social e familiar do paciente.

O apoio da família é importante e o acompanhamento médico imprescindível.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.