Significados das expressões populares e ditados populares

Assistindo o Faustão deste domingo, um convidado que agora esqueci o nome, estava falando sobre as diversas expressões populares e como surgiram. O mais engraçado foi descobrir que muitos dos ditados populares que falamos, não falamos corretamente.

Confira algumas expressões populares que provavelmente a grande maioria fala “errado” e os seus significados.

Significados das expressões populares e ditados populares

- Você tem a cara do fulano, cuspido e escarrado: Significa dizer que uma pessoa é muito parecida com a outra. O correto seria dizer “esculpido em carrara”, que tem origem das esculturas de Michelangelo, feitas muitas vezes no carrara, um mármore da Itália.

- Fulando está afogando o ganso: Significa praticar relação sexual, masturbação. Este ditado popular surgiu na China. Os chineses gostavam de fazer sexo com gansos. Antes do ápice da relação, os homens afundavam a cabeça do pobre coitado na água, para que pudessem sentir os espasmos anais da vítima.

- Nossa! Você fala pelos cotovelos: Significa dizer que tal pessoa fala demais. Já percebeu que pessoas que falam demais, costumam tocar o interlocutor no cotovelo para chamar mais a atenção? Pois é, está explicado o surgimento.

- Quem não tem cão caça com gato: Quer dizer que se não dá para fazer algo de um jeito, tenta de outra maneira. Acontece que a frase correta seria “quem não tem cão caça como gato”, ou seja, igual a um gato, se esgueirando, traiçoeiramente, astutamente.

- Fazer nas coxas: Significa fazer de qualquer jeito. Tem conotação sexual “Fazer nas coxas não engravida”. Na verdade, o termo surgiu na época da escravidão, quando os escravos moldavam as telas em argila das casas nas coxas. Cada escravo tinha um porte físico diferente e uma tela nunca era igual que a outra.

- Cor de burro quando foge: O correto seria dizer “Corra do burro quando ele foge”. Imagina um burro fugindo. Fique na frente para você ver o que acontece. Com o tempo corra acabou virando cor.
– Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão: Frase popular muito conhecida pelas crianças. O correto seria dizer “batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão”.

- Quem tem boca vai a Roma: Esta expressão popular significa dizer que quem sabe se comunicar vai para qualquer lugar. Porém, a frase originária é “quem tem boca vaia Roma”.

- Lágrimas de crocodilo: Significa choro fingido. O crocodilo quando ingere um alimento, faz forte pressão contra o céu da boca, comprimindo as glândulas lacrimais. Por isso, ele “chora” enquanto devora uma vítima.

Conhece mais expressões populares? Comente!


GRÁTIS: Receba atualizações por Email:

Cadastre seu email e receba atualizações do Blogadão no seu e-mail. É grátis!

Comente no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

5 comentários

  1. jose carlos escreveu:

    Olá BOM DIA
    Parabens pela criatividade, só um detalhes, já recebi um e-mail com algo pareceido onde voce DIZ “TELA” NÃO QUER DIZER “TELHA” ?
    Abraço

  2. Giovanna da silva santos escreveu:

    essse site é mt LEGAL ……

  3. Camilla escreveu:

    Olá!!! O blog é sensacional. Muitas vezes eu ouvia esses ditados e não compreendia, mas agora com esses esclarecimentos está tudo ótimo. Ah!!! Se for possível me esclareça o significado da expressão “esfolar sem descascar”.
    Obrigada!!!

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.