Segredos da depilação

Ter a pele lisa é o sonho de toda mulher – e de alguns homens. Com alguns segredos, é possível obter uma depilação perfeita.

Por questões estéticas e também de higiene, homens e mulheres recorrem à depilação. Na Antiguidade, chineses e babilônios já conheciam as propriedades do antimônio (um tipo de cristal), que era moído juntamente com carapaça de tartaruga, sangue e gordura de animais, para eliminar os pelos indesejados. Os romanos também desenvolveram suas receitas. Numa delas, a soda cáustica era o principal componente. A rainha egípcia Cleópatra se depilava com tiras de linho banhadas em cera quente. Definitivamente, o aspecto “troglodita” ou “floresta Amazônica” nunca agradou a humanidade, que há muito tempo vem descobrindo segredos para obter uma boa aparência.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Os pelos são uma proteção natural, mas, desde que a roupa foi inventada, eles progressivamente se tornaram um estorvo: acumulam suor, que pode gerar a proliferação de bactérias que irritam a pele, além de provocar mau cheiro (especialmente nas axilas e áreas íntimas). Mas cada região do corpo merece cuidados especiais. O ideal é realizar a primeira depilação com um profissional, que poderá indicar os produtos mais adequados para o tipo de pele.

As axilas

A depilação com lâminas pode escurecer a pele, por causa do atrito. A técnica também deve ser evitada por quem sofre com pelos encravados ou a pele sensível. Quem usa as lâminas, o método mais rápido e barato, deve dar preferência para as que têm fitas lubrificantes e molas na base. Antes da raspagem, pode-se aplicar condicionador, para amolecer os pelos. É preciso repeti-la a cada dois ou três dias, especialmente por quem é fã de blusas cavadas.

Os cremes depilatórios agem superficialmente e dissolvem a proteína os pelos. O aspecto final é semelhante ao do uso da gilete, mas os cremes são menos agressivos e o tratamento é indolor, ponto positivo para peles sensíveis. No entanto, não podem ser aplicados sobre lesões ou irritações. Antes da depilação, é preciso fazer um teste de sensibilidade.

Os aparelhos elétricos são atraentes: arrancam os pelos pela raiz, o que garante efeito mais duradouro, e não fazem sujeira, já que os pelinhos são sugados para um reservatório. Ao contrário dos cremes e giletes, não provocam o escurecimento da pele. Mas o preço é relativamente alto, e é preciso ter pilhas sempre à mão.
A cera é colocada em papel celofane, aplicada na área a ser depilada e em seguida retirada. Os resultados são duradouros e é uma técnica higiênica, porque todo o material é descartável, mas é demorada e dolorida, porque não á como dilatar os poros antes da operação.

Depois de depilar as axilas, é preciso aplicar um produto pós-depilatório, para hidratar a pele.

As pernas

O método mais utilizado pelas mulheres de todo o mundo é a raspagem das pernas com lâminas. No entanto, elas podem agredir a pele e conferir um aspecto desagradável, além de causar eventuais acidentes. Quem se decide pelas famosas giletes deve fazer a depilação durante o banho, porque a água morna dilata os poros e amolece os pelos.

Esteticistas, no entanto, aconselham o sistema roll on, que pode ser encontrado em drogarias. Antes da depilação, é preciso aplicar uma loção adstringente, para desobstruir os poros e remover o excesso de oleosidade e impurezas.

A cera roll on deve ser pré-aquecida, de acordo com as instruções do fabricante. Em seguida, deve ser aplicada na pele, no sentido do crescimento dos pelos. Quanto mais rápida for a aplicação, mais fina será a camada e melhor será o resultado. A cera deve ser coberta com lenços de depilação, por partes, e, no momento da retirada, deve-se esticar a pele para evitar irritações.

Os lenços devem ser retirados rapidamente, no sentido contrário ao do crescimento dos pelos. Se necessário, podem ser feitos retoques com os lenços já utilizados. Terminada a tarefa, os resíduos de cera podem ser removidos com óleos específicos e, para suavizar e refrescar a pele, um gel pós-depilatório é a opção ideal.

A virilha

Algumas mulheres apenas aparam os pelos da virilha, mas boa parte prefere depilar a região, especialmente no verão, quando praias e piscinas “pedem” um biquíni. Especialistas afirmam que a retirada total dos pelos não é indicada, pois eles são uma proteção para a vagina contra infecções. Mesmo assim, a depilação total está na moda e é considerada sensual.

A depilação é feita com cera quente (sempre descartável). Existe um produto australiano que promete retirar pelos com apenas um milímetro de comprimento. Os cremes depilatórios são contraindicados na região em torno da vagina, pois contém substâncias que podem causar alergias.

O uso de cera quente é ideal também porque enfraquece os pelos da área íntima, tornando-os mais escassos. No entanto, a solução definitiva (ou, ao menos, com resultados mais prolongados) é a depilação a laser, que gradualmente elimina os pelos. O tratamento deve ser realizado em clínicas de confiança, equipada com aparelhos dotados de resfriamento, que ameniza a dor.

Sobrancelhas e buço

São as mais frequentes, porque o rosto está sempre à mostra. O ideal é usar ceras roll on faciais. Para as sobrancelhas, apenas no arco externo, já que a área da pálpebra é muito sensível e os produtos podem provocar flacidez. No arco interno e nos retoques, a melhor opção é a pinça, que não pode ter sinais de ferrugem.

Na região do buço, também podem ser utilizados lenços faciais. Em qualquer caso, é preciso seguir as instruções do fabricante sobre tempo de aquecimento e aplicação.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.