forbrukslån refinansiering | forbrukslån | forbrukslån

Sedentarismo mata tanto quanto o cigarro

O cigarro, grande vilão quando o assunto é saúde, pode ter um adversário à altura: o sedentarismo.

A revista inglesa “Lancet”, dedicada à divulgação de estudos sobre medicina e saúde, publicou recentemente que mais de um terço da população adulta do planeta é sedentária: não pratica exercícios físicos, ou os pratica de forma irregular, o que é a causa da morte de mais de cinco milhões de sedentários anualmente, no mundo todo. Uma em cada dez mortes decorrentes de problemas cardíacos, diabetes, cânceres do cólon e mama tem na origem a inatividade física, completa o artigo.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

A equipe responsável pelo estudo é composta por 33 pesquisadores, de diversas partes do mundo (há inclusive um brasileiro, Pedro Hallal, da Universidade Federal de Pelotas). Para estes cientistas, o caso deve ser tratado como uma pandemia, que deve ser tratado com o estímulo amplo e continuado à adoção de atividades físicas regularmente.

Especialistas indicam a prática semanal de 90 a 150 minutos de exercícios moderados, que vão da caminhada à prática de esportes individuais e coletivos.

Alguns especialistas consideram o estudo muito alarmista, já que o número de fumantes é muito menor do que o de sedentários. Se os dois males matam o mesmo número de pessoas, o percentual de fumantes mortos a cada ano é muito maior.

Disputas à parte, parar de fumar e adotar a prática de exercícios à rotina diária favorecem enormemente a qualidade de vida desde os primeiros dias da rotina mais saudável. O abandono do vício, inclusive, pode se tornar mais fácil com a mudança do cotidiano.

Se você é sedentário, aproveite o novo alerta para iniciar os exercícios. Até a prática de jardinagem é aconselhada para iniciantes e pessoas mais idosas. Se é sedentário e fumante, já são dois os motivos para mudar os hábitos. O problema principal não é a alta incidência de mortes, mas a perda da capacidade aeróbica, o desenvolvimento de doenças incapacitantes, o que determina a perda de um tipo de vida muito mais saudável e prazeroso.

Já que vamos partir para novos hábitos, valem algumas outras dicas: dê uma balanceada na refeição, reduza o consumo de gorduras e açúcares em excesso, e inclua frutas e verduras no cardápio. Mantenha sua vida sexual ativa; dizem que faz bem até para a pele. Exercite também o cérebro: leia livros e jornais, faça palavras cruzadas e desvende enigmas. Procure um trabalho voluntário, que faz bem para a alma. Adote um animal, de preferência um que tenha sido abandonado e esteja num centro de controle de zoonoses. Mantenha-se ativo… e vivo!

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.