Sandália Croc – Quem pode usar?

A sandália croc ainda é um calçado extremamente polêmico entre as pessoas, algumas delas (incluindo homens, mulheres e crianças) adoram os calçados, outras não conseguem nem olhar para a sandália, fato que a croc caiu no gosto popular apesar de serem polêmicas, principalmente as crianças estão usando muito, pois é um calçado muito confortável. Porém, algumas pessoas acham que a sandália croc não pode ser usada por adultos e, é ai que sempre surge a dúvida “Quem pode usar a sandália croc”?

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

A polêmica da sandália começou com a diretora de moda da revista Marie Claire e uma das juradas do programa Project Runway, Nina Garcia. Nina quando foi questionada a falar sobre a sandália croc na revista People, respondeu: “nenhuma pessoa com mais de dez anos deve usar ou comprar uma sandália croc”. A partir daí a polemica foi formada.

Mas como na moda tudo é uma questão de escolha e ponto de vista de cada um, você deve avaliar se a sandália croc faz o seu estilo ou não, se combina com a sua personalidade e onde e quando você irá usá-la. Independente se você é homem, mulher ou criança e gosta de usar o calçado, apesar de ser polêmico, se sente bem com ele mesmo assim, não há porque deixar de usá-lo somente porque ouviu uma declaração de uma profissional de moda dizendo que não pode usá-la. Basta usar o seu bom senso na hora de usar as crocs, pois o calçado é extremamente informal, por isso use somente em locais informais e descontraídos, como reuniões em casa de amigos ou um passeio ao ar livre.

A sandália croc também não pode ser utilizada em ambientes de trabalho, para sair à noite ou em ocasiões e eventos formais, muito menos festas e ocasiões que pedem trajes mais sofisticados. Portanto, bom senso sempre!

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.