Rastrear notebook roubado – Saiba como

Softwares permitem a localização de equipamentos levados por ladrões.

Há anos os notebooks estão na lista dos alvos preferidos por ladrões em assaltos. Quando este infortúnio ocorre, poucas medidas são tomadas para registrar o fato e são raros os casos de recuperação do objeto, que costuma ter um valor mais sentimental que financeiro pelo fato de armazenar documentos de extrema relevância para o proprietário.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Pensando nesta situação, foram desenvolvidos alguns programas para serem instalados no computador, que lhe ajudará a rastrear o equipamento caso seja roubado. O LoJack e o Gadget Trak são softwares pagos, que possuem taxas acessíveis, variando entre US$ 20 e US$ 60. Ambos permitem que o proprietário localize o bem roubado, além de excluir remotamente dados sigilosos. Caso o notebook possua câmera, é possível fotografar o ladrão no momento em que ele estiver fazendo uso do portátil.

Além destes dois modelos pagos, existem algumas versões muito semelhantes disponíveis gratuitamente na web, mas que oferecem recursos mais limitados, como o Prey (disponível para Windows, Mac e Linux) e o Pombo (somente para sistema Linux).

Apesar de ter recursos inferiores aos modelos pagos, ambos os programas apresentam boas funcionalidades. Caso seu notebook seja roubado, basta informar o caso no site do aplicativo e seguir as instruções apontadas para localizar o bem perdido. Ao localizar, você conseguirá realizar operações remotamente, mas isso só será possível caso o objeto roubado esteja conectado à internet.

Com estes programas não é possível recuperar arquivos salvos no equipamento roubado. Além disso, é impossível apagar arquivos e informações importantes presentes no notebook. Outro inconveniente é que se os bandidos detectarem a presença destes softwares, e souber para que servem, podem acabar deletando, invalidando suas funcionalidades.

No caso do computador roubado se conectar a um ponto de internet (seja fixa ou por wi-fi), é possível localizar o IP e identificar o local em que está sendo utilizado, bem como gravar uma imagem de sua área de trabalho e fotografar o usuário, caso o equipamento possua webcam embutida. Se for de interesse do proprietário, um dos recursos disponíveis é o envio de mensagens ao ladrão.

Muitos notebooks, quando roubados, são prontamente formatados pelos ladrões pelo fato de os proprietários originais ativarem senhas de acesso, impossibilitando que seus arquivos sejam visualizados. Como estes programas deixam de funcionar quando o equipamento sofre formatação, é indicado que se crie um usuário visitante, sem registrar senha, a fim de desestimular o bandido a limpar seu equipamento. Desta forma, as chances de ele usar a máquina e se conectar à internet antes da formatação são maiores, possibilitando o rastreamento do equipamento.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.