Qual o melhor antivírus?

Programas antivírus são fundamentais para o bom funcionamento dos computadores

Todo internauta que já se deparou com alerta de vírus ou teve experiências piores, como senhas roubadas ou arquivos apagados já se fez esta pergunta.

A revista Info, da Editora Abril, testou programas antivírus disponíveis para download gratuito, levando em consideração não apenas a capacidade de detecção de vírus, mas facilidade de operação, recursos extras, atualizações, etc. PCs com a mesma configuração foram usados nos testes. Os computadores foram infectados com mais de 20 mil vírus.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

O Microsoft Security Essentials teve a pior posição: detectou 1.700, levou mais de quatro horas e é o que mais consumiu memória em standby: 12MB. Como pontos positivos, o programa é em português e usa linguagem acessível aos leigos.

O Avira Free Antivirus detectou 10 mil e não conseguiu ampliar a defesa contra links maliciosos.

Em standby, consome 10MB, mas rodando o consumo subiu para mais de 150MB. Ele dobra o tempo de boot. O software é pobre de recursos e só tem um extra, o sistema antispyware.

O Immunet Free Antivirus consulta uma base de proteção local e outra na nuvem. Isso aumenta a proteção, já que acessa um acervo de informações sobre vírus e vacinas mais atual. Mas isso não foi suficiente: em quase seis horas, o programa detectou pouco mais da metade dos vírus e foi incapaz de bloquear o acesso a links maliciosos. O programa usa 2MB em standby e, na varredura, pouco mais de 10MB.

O segundo melhor foi o AVG Free 2012, mas apenas depois de ter a configuração alterada. Quando baixado e instalado no PC, o programa é configurado para ignorar arquivos sem extensões executáveis (.exe, por exemplo). Como a maioria dos vírus não tinha essa extensão, o programa ignorou pragas, tendo identificado menos de 100. Com a configuração alterada, o software analisou todos os arquivos e eliminou mais de 16 mil vírus. Em standby, o AVG 2012 consumiu 10MB de memória RAM; rodando, o consumo aumentou para 16MB. O destaque negativo fica pelo tempo de boot, ampliado em mais de 200%.

O Avast 7 teve a melhor avaliação. Eliminou 400 ameaças a menos que o AVG, mas não precisou ser alterado e garantiu proteção no acesso a sites que infectam o computador. É o que consumiu menos memória RAM em standby, cerca de2 MB. Em uso, o consumo aumentou para 6 MB, o que não chegou a comprometer o desempenho do computador. Assim como o AVG reconfigurado, o programa tem proteção contra phishing, spyware e rootkit. O Avast verifica vírus em e-mails, mensageiros e programas de trocas de arquivos P2P, o que aumenta bastante a proteção.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.