forbrukslånhjelpen.no | forbrukslån på dagen | forbrukslån på dagen

Quais são clássicos mais vezes disputados no futebol brasileiro?

Se é difícil medir a rivalidade entre dois clubes, verificar os clássicos que mais vezes ocorreram na história é fácil. Re-Pa é o campeão.

Nada de Fla-Flu, Gre-Nal, Corinthians x Palmeiras ou Atlético x Cruzeiro: o clássico mais repetido do futebol brasileiro está em Belém. Nenhum confronto no Brasil foi tão repetido quando o duelo entre os rivais Paysandu e Remo. O Re-Pa, como é conhecido, é disparadamente o clássico mais realizado de todos no país, com mais de 100 jogos à frente do segundo da lista. É também, provavelmente, um dos maiores do mundo neste quesito.

Ao todo, Remo e Paysandu estiveram frente a frente em 712 oportunidades. A vantagem é remista: são 253 vitórias, contra 223 do Papão e 236 empates. O mais incrível é o número de gols: enquanto o Gre-Nal teve seu milésimo gol marcado há poucos anos, o maior clássico de Belém já está perto da casa dos 2 mil: foram 1.802, mais precisamente. O Remo fez 918; o Paysandu, 884.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

O segundo clássico mais repetido do futebol brasileiro não é nem mesmo a maior rivalidade em seu estado: é o Samará, como é conhecido o encontro entre Maranhão e Sampaio Corrêa, ambos da capital São Luís. Foram 595 encontros entre as duas equipes. No entanto, o maior rival do Sampaio Corrêa é o Moto Club – ambos fazem o terceiro clássico mais disputado do país, com 551 confrontos.

Dos dez clássicos que mais vezes ocorreram em território nacional, oito são da Região Nordeste. Seus estaduais, na época em que eram mais longos, acabavam privilegiando a ocorrência mais frequente de clássicos que em outros estados onde os clubes do interior são mais fortes. Ceará x Fortaleza é o quarto da lista, com 539 jogos; Maranhão x Moto Club já ocorreu 523 vezes; completam a lista Santa Cruz x Sport (521), Náutico x Sport (507), CRB x CSA (488) e Náutico x Santa Cruz (471), este o décimo da lista, uma posição atrás de Atlético-MG x Cruzeiro, que com 473 jogos é o mais repetido da Região Sudeste. O Ba-Vi é apenas o nono mais repetido no Nordeste, embora seja o mais famoso: 445 encontros.

No Sul, apesar de serem os mais famosos, o Gre-Nal (392 jogos) e o Atle-Tiba (352) perdem para o Bra-Pel (Brasil x Pelotas, no Rio Grande do Sul), que já ocorreu 409 vezes, o Ba-Guá (confronto entre o Guarany e o Grêmio Bagé, também do interior gaúcho), com 407, e o clássico de Florianópolis, entre Avaí x Figueirense, que já teve 400 jogos.

Os dois estados que reúnem o maior número de clássicos no futebol brasileiro não figuram nem de perto na lista dos que mais vezes ocorreram – muito, justamente, por conta da rivalidade diluída. O número de vezes que Remo e Paysandu fizeram a final no Pará é bem maior que o de decisão entre São Paulo e Corinthians, por exemplo – afinal, Palmeiras e Santos (fora times do forte interior paulista) são clubes do mesmo porte, constituindo quatro grandes em vez de apenas dois.

Assim, em São Paulo, o jogo que mais vezes ocorreu na história foi Corinthians x Palmeiras, com 340 confrontos – menos da metade de vezes que se enfrentaram Remo e Paysandu. No Rio, ninguém bate o Fla-Flu: são 389 confrontos.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.