Post Morten Photos, fotos fúnebres

Na passagem do século XIX ao XX existia uma prática muito comum de se tirar fotos de entes queridos como se estivessem vivos. Assim, as famílias tiravam fotos com os cadáveres dessas pessoas que tinham recentemente falecido. Essa prática muito bizarra somente veio a ter fim no começo do século XX.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

A invenção do daguerreótipo em 1839 fez o retrato uma expressão muito mais banal, fazendo com que muitos daqueles que foram incapazes de pagar a comissão de um retrato pintado, pudessem se dar ao luxo de se sentar para uma sessão de fotografia. Este método mais barato e mais rápido também forneceu a classe média um meio de estabelecer uma memória de seus entes queridos falecidos. Estas fotografias serviram menos como um lembrete de mortalidade do que como uma lembrança para recordar o falecido. Isso era especialmente comum com bebês e crianças pequenas; na Era Vitoriana, as taxas de mortalidade infantil eram extremamente elevados, e uma fotografia post-mortem podia ser a única imagem da criança que a família já teve.

A invenção posterior do carte de visite (cartão de visitas), permitiu que várias impressões pudessem ser feitas a partir de um único negativo, significando que as cópias da imagem poderiam ser enviada para parentes. A prática, eventualmente, atingiu o pico em popularidade no final do século 19 e morreu com “instantâneo”. A fotografia se tornou mais comum, e banal, embora alguns exemplos de retratos formais como esses ainda serem produzidos até o começo do século 20.

A seguir, um vídeo com imagens dessa prática. Em algumas é muito difícil saber quem está morto.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

3 Comentários

  • “FOTOS FÚNEBRES”, é o verdadeiro sonho de todo fotógrafo, modelista e artista plástico; pois o(a) modelo(a), além de num mexê, num recrama do cachê. CERTEI DE NOVO? kê ki é, tá secano, intão num pergunta mais tá.

  • “FOTOS FÚNEBRES”, é o verdadeiro sonho de todo fotógrafo, modelista e artista plástico; pois o(a) modelo(a), além de num mexê, num recrama do cachê. CERTEI DE NOVO?

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.