Pescaria em alto mar

Pescaria em alto mar é um grande programa para muitas pessoas. Mas é preciso tomar algumas providências.

Em primeiro lugar, é preciso escolher os equipamentos. Na pescaria em alto mar, você vai precisar de um kit adequado, pra não ter que passar na peixaria na volta do passeio. Iniciantes podem começar com molinetes, que são mais baratos e mais fáceis de manusear que as carretilhas, mas os molinetes costumam torcer a linha, reduzindo sua vida útil.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Estes equipamentos são classificados de acordo com a capacidade de linha que podem armazenar (de ultraleve a pesado). Para a pesca em alto mar, é preciso usar ao menos linha 0,40mm, com capacidade de 90m. provavelmente você não vai fisgar um peixe desse peso, mas é preciso contar com os solavancos do animal, para se livrar do anzol.

Veja também: O que são fossas marítimas

Uma vara de pescar manual, de1,5 a 2m de comprimento, maciça ou oca, é suficiente para a pescaria praticada por amadores varas maiores dificultam o arremesso e reduzem a sensibilidade. A boia é opcional (com a boia), você identifica onde está seu anzol, já que ele fica a um metro de profundidade. Dependendo dos peixes da região, é preciso usar chumbo, para que o anzol atinja áreas mais fundas.

Antes de embarcar, é preciso tomar alguns cuidados. Fazer uma refeição de fácil digestão na noite anterior, não ingerir bebidas alcoólicas, dormir bem e tomar um café da manhã balanceado reduzem os enjoos, mas, como há as causas psicológicas e também fisiológicas, convém levar um anti-histamínico na viagem. Lembre-se: todo medicamento apresenta efeitos colaterais e podem ser prejudiciais; consulte um médico.

Há várias técnicas de pescaria em alto mar para captura de grandes peixes. A pesca de corrico (ou trolling) demanda varas pesadas (de 60 a 80 libras), 300 metros de linha n° 5 e iscas de profundidade. A pesca de pincho (ou arremesso) é indicada para capturar animais perto da superfície. As varas são mais leves (cerca de 30 libras) e a linha, um pouco mais fina. O jigging (ou pesca vertical) é indicado para grandes profundidades (até 250 metros).

Em geral, os barcos fretados para pescaria (veleiros e lanchas são os mais indicados) encarregam-se de providenciar as iscas e equipamentos. Se você não for um pescador inveterado, é mais prático alugá-los. Se tiver que comprar as iscas, consulte vendedores no porto sobre as mais adequadas. Alguns peixes permanecem a vida toda na mesma região, enquanto outros são sazonais, como as tainhas, por exemplo, que costumam subir a costa brasileira em julho, procurando águas mais quentes.

Não se esqueça do colete salva-vidas, boné e protetor solar. Boa pescaria. É um programa para a família toda.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.