Passeios pela África do Sul

Com excelente infraestrutura para atender os turistas, a África do Sul oferece passeios imperdíveis.

A África do Sul é um dos principais destinos turísticos do continente, e são muitos os motivos para isto: o encontro de águas dos oceanos Atlântico e Índico garantem boas ondas para os surfistas, o Parque Kruger é a principal opção dos ecoturistas, a Garden Route, um trecho estreito entre o mar e as montanhas, é uma boa opção de lua de mel e de passeios em família. Para quem gosta de luxo, o Sun City, que une hotel, resort e cassino, foi o primeiro hotel da categoria seis estrelas do mundo.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Eu o considero bastante brega, mas a classificação é internacional.

A principal porta de entrada da África do Sul é Johanesburgo, cidade cosmopolita situada 1.800 metros acima do nível do mar. O mais movimentado aeroporto da África fica em Johanesburgo. Johanesburgo não é a capital, mas Pretória, sede do poder executivo, fica na mesma região metropolitana.

Visitando a cidade, é imprescindível conhecer o bairro do Soweto, famoso na época do apartheid – regime de segregação racial que vigorou no país durante muitos anos. Soweto é o único bairro do mundo em que viveram dois prêmios Nobel da Paz: o ativista de direitos humanos (e posteriormente presidente do país) Nelson e o bispo anglicano Desmond Tutu. A cidade reúne vários parques e monumentos.

A poucos quilômetros da cidade ficam as colinas de Witwatersrand, ricas em ouro e diamantes e dotada de uma bela vista.

No nordeste do país, fica o Parque Nacional Kruger, uma reserva natural de 20 mil quilômetros quadrados, famosa pela fauna. Nos safáris fotográficos do parque, é possível avistar diversos animais soltos na savana, entre eles os “big five”: leões, elefantes, búfalos, leopardos e rinocerontes. São os animais que eram considerados os mais difíceis de serem caçados, e hoje estão protegidos no parque, que faz parte da Reserva de Biosfera Kruger-Canyons.

Partindo da Cidade do Cabo, capital legislativa da África do Sul, é possível deliciar-se com um passeio deslumbrante: é a Garden Route, repleta de praias, baías, lagos, rios, florestas e montanhas, que oferece boas opções: surfe, trilhas, sombra e água fresca para os mais sossegados. A cidade ficou famosa no período das Grandes Navegações. O cabo das Tormentas, um ponto difícil de ser ultrapassado pelas caravelas, foi finalmente contornado pelo navegador português Bartolomeu Dias no século XV. A região passou a ser conhecida como cabo da Boa Esperança: esperança de chegar às Índias, lotar os navios de especiarias e ficar rico.

Os turistas brasileiros não precisam de visto para entrar na África do Sul. Basta o passaporte com validade de um mês após a data prevista de retorno e o comprovante de vacinação contra a febre amarela.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.