Os países com mais ateus no mundo

Há países onde a religião e política não andam juntas. Veja neste artigo os países com mais ateus no mundo e por que essas pessoas preferem não acreditar em deus.

Até 50 anos atrás, era difícil encontrar pessoas que fossem atéias. Até aquela época, quem não acreditava em Deus, geralmente escondia essa aversão ou falava de seu ceticismo com um ar filosófico. Com a modernização do mundo, o capitalismo e a liberação sexual, vimos muitas pessoas começando a questionar a existência de um deus, do céu e do inferno.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Mas afinal, Deus existe mesmo? Os ateus afirmam que não. Mas por que eles aumentaram tanto? Quais os países com mais ateus no mundo? É isto e mais algumas perguntas que vamos tentar responder para você, neste artigo inquestionável.

Suécia

O país com o maior registro de ateus no mundo é a Suécia com 85% da população cética em Deus! Esse número todo se dá por que na Suécia, o povo é instruído desde a infância sobre as diferenças e deuses das religiões mais comuns do mundo, aí quando crescem as pessoas decidem se irão acreditam em alguma dessas religiões ou não crer em nada.

Além da Suécia, a maioria dos países ateus seguem o mesmo modo de ensinamento nas escolas. Veja mais alguns dos países mais céticos do mundo.

Vietnã

Logo atrás da Suécia, encontramos o Vietnã como país com mais alto índice de ateus no mundo. Lá 81% da população é totalmente cética. Mas aí você pode perguntar quanto ao budismo, taoísmo e outras religiões orientais, mas os vietnamitas dizem que elas são vistas apenas como tradição e não mais como crenças.

Dinamarca

Um dos países com o maior índice de educação no mundo, é também um dos países mais descrentes. Na Dinamarca, 80% da população não crê em Deus ou outra divindade. Alguns especialistas e pesquisas apontam que quanto mais educação se tem, menos se crê em Deus.

Japão

No Japão, 65% da população não acredita em Deus. O pesquisador inglês Richard Lynn afirmou em 2008 que em países com alto grau de Q.I como no Japão onde a média é 105, geralmente os ateus são maioria.

Coréia do Sul

Entre os países com taxas acimas de 50% de ateus, na Coréia do Sul 52% das pessoas são atéias. É um país de maioria cristã.

No mundo, as duas maiores religiões, o islamismo e cristianismo, chegam cada uma por volta de 2 bilhões de adeptos em todo mundo.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

8 Comentários

  • Deus existe sim e não depende da sua fé nele para isso; agora se você não crê na existência dele, não diga isso às pessoas, diga a Deus (se tiver coragem para isso) que é o único que pode e vai lhe dar a resposta correta.

    • Crê ou não crê em Deus depende do sofrimento e do sucesso, quando se sofre e não se tem conhecimento nem ajuda dos “irmãos” se clama por Deus e se fala que é Deus que quer e quando se tem sucesso se clama por Deus, nem sempre se agradece, não lembra dos “irmãos” e continua falando na existência de Deus mas só para acalmar as pretensões do prim

  • “Ateus ,aceitem,a religião é a preferida entre os povos e nações,muitos preferem acreditar em algo,mesmo que errado,mas pelo menos acreditam em algo,ao invés de não acreditar em nada.”
    Na verdade, enquanto que os crentes acreditam num deus, nós, ateus, acreditamos em nós próprios e no que o ser humano é capaz de fazer, nas nossas capacidades, em escolher o nosso futuro com as nossas atitudes e decisões, ao contrário do que eu ouço e vejo escrito em muitos locais “foi para isto que deus me criou” “deus quis que fosse assim” e blá blá blá…

  • o sofrimento introduziu-se no universo q Deus criou, como mostra na bíblia. Não foi a sua intenção original q as pessoas sofressem. Quando Deus criou o universo tudo era bom (Gên 1:31)
    O sofrimento penetrou no universo de Deus em consequência do pecado. Aconteceu quando Adão e eva decidiu desobedecer a Deus por incitação do Diabo. Devido a sua desobediência deus o julgou.
    Um dia Deus dará fim ao nosso sofrimento por causa do sacrifício de Jesus em nosso favor.
    E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus.
    E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.
    E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.
    Apocalipse 21:3-5

  • Esta discussão vai longe mas ! acredito que não existe Deus, por que se Deus é um homem tão bom por que o mundo só têm guerra,fome , violência,etc.Ele (deus) deveria acabar com todos os sofrimentos da terra!! já que é muito poder pra isso.

  • Isso não tem nenhum fundamento,Na Suécia,a religião predominante é o Protestantismo,as pessoas se declaram pertencentes a Igreja Luterana Sueca(Protestantismo com adaptações Suecas),aproximadamente 85% da população Sueca é Protestante. Na Dinamarca a religião predominante também é o protestantismo Luterano,com aproximadamente 91,03 % da população.
    No vietnã,Coréia Do Sul &Japão,a religião predominante é o Budismo.
    Ateus ,aceitem,a religião é a preferida entre os povos e nações,muitos preferem acreditar em algo,mesmo que errado,mas pelo menos acreditam em algo,ao invés de não acreditar em nada.

  • “Deus existe, desde que é logicamente possível que ele exista”.
    Este argumento é muito simples, exigindo não apenas uma crença em Deus, mas uma crença na necessidade de Deus. Se você acredita que ele é necessário, então você deve acreditar que ele existe.

    O contra-argumento: a crítica normalmente lida com o argumento ontológico dizendo que ele é uma “afirmação vazia”, o que significa que afirma qualidades inerentes apenas a uma declaração não comprovada, sem qualquer suporte. Também é criticado como um argumento circular, girando em torno de uma premissa a uma conclusão que se baseia na premissa, que se baseia na conclusão.
    Cá entre nós, simplista ou não, eu acho esse argumento inteligente. É fato que ninguém provou, sem sombra de dúvida, que Deus existe, mas ninguém também provou que ele não existe. Ou seja, ele pode existir não?

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.