forbrukslån billig | lån på dagen | forbrukslån depositum

Os erros mais comuns nas academias

Exercícios são excelentes para a saúde e a boa forma. Mas alguns erros comuns nas academias podem prejudicar bastante.

Lesões nos tendões, articulações, músculos e ossos e dores nas costas são sinais de que algo está errado. Muita gente se inscreve em academias, não seguem as orientações dos treinadores e, com isto, acumulam desconforto físico e problemas graves. Conheça os erros mais comuns praticados pelos adeptos da malhação.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

O primeiro erro está na falta de avaliação. Gordinhos chegam às academias e saltam avidamente nas bicicletas ergométricas e esteiras. Magrinhos começam a puxar ferro, na esperança de obter um corpo malhado (o que é possível, no médio prazo). Mas antes de tudo é preciso submeter-se à avaliação médica e submeter-se à orientação dos treinadores.

Magreza e sobrepeso (ou obesidade) podem estar relacionados a problemas endocrinológicos e não existe mágica no condicionamento físico. É preciso começar os exercícios com a carga indicada para o tipo físico e, com tempo e dedicação, progressivamente aumentar os desafios para o corpo.

A regularidade nos exercícios também é importante. Não adianta “pular” um dia e tentar compensar no dia seguinte. Da mesma forma, é preciso encontrar coragem para levantar cedo nos dias frios e chuvosos. Muitas pessoas aproveitam o inverno para esconder as gordurinhas indesejáveis sob roupas mais pesadas e, ao primeiro sinal da primavera, correm para compensar o prejuízo.

Frequência e constância nos exercícios são fundamentais para atingir os objetivos desejados: emagrecer, ganhar massa muscular, tornear o corpo, ficar malhado. Sem isto, é melhor esquecer os aparelhos da academia e ficar “pilotando” apenas o controle remoto da TV.

A preparação para os exercícios

Exercícios viciam, em função da sensação de bem estar e conforto que proporcionam. Talvez por isto, muitos frequentadores de academias esquecem o aquecimento e partem direto para a atividade física. Mas, para obter os melhores resultados, os músculos precisam estar “quentes”. É preciso alongá-los para deixá-los no ponto, o que impede dores e lesões sérias.

Outro motivo também determina o “esquecimento” do alongamento necessário. Os alunos chegam atrasados ou em cima da hora para os treinos, por causa da correria do dia a dia, especialmente nas grandes cidades, e seguem diretamente para os exercícios. Educadores físicos relatam que alguns frequentadores chegam a mentir, dizendo que se alongaram no vestiário, por exemplo.

Mais um problema na preparação. Muitos alunos chegam à academia sem ter tomado o café da manhã. Além de resumir a refeição matinal a uma xícara de café ser um mau hábito cultivado por boa parte dos brasileiros, muitas pessoas deixam se alimentar-se logo depois que acordam acreditando que, com isto, vão emagrecer mais rapidamente.

Treinamento físico não combina com jejum: o organismo precisa de combustíveis para funcionar. Portanto, é preciso tomar um café da manhã rico em carboidratos, proteínas, vitaminas e sais minerais. Sem isto, podem ocorrer problemas – desde cãibras até vertigens e desmaios.

Fazendo os exercícios

Apesar de muita gente frequentar a academia para ser vista e paquerar, este não é o local para exibir-se. É preciso usar roupas adequadas, de tecidos naturais, para permitir a respiração da pele. A escolha do tênis também é importante: não é porque as atividades são realizadas indoor que não desgastam os músculos:

spinning e esteira estressam o corpo quase tanto como corridas e pedaladas na rua. É possível encontrar quem vá para o treino de chinelos ou realize os exercícios sem calçados.

Outro erro comum é exagerar na dose, trabalhando com intensidade ou sobrecarga acima do indicado para o biotipo, idade e condições de saúde. Na musculação, muitas pessoas elevam a carga sem nenhuma orientação, achando que, com isto, vão ganhar definição e força. Outros decidem fazer o treino do amigo, que exibe um corpo malhado. O que acontece, nestas situações, é justamente o contrário do desejado: o peso acima do indicado apenas vai sobrecarregar o corpo, e o melhor resultado isto é corpo dolorido. Mas podem acontecer coisas piores, como lesões e fraturas.

Os suplementos

Suplementos entram e saem de moda. É o caso da proteína de trigo e do óleo de coco. Para utilizá-los, é preciso seguir as instruções de um nutricionista, que vai diagnosticar carências alimentares e indicar os suplementos, que, como o nome diz, servem para suprir a falta de determinada substância.

Todos os suplementos autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA – são úteis na conquista da boa forma, mas utilizados sem critério podem causar prejuízos. É o caso, por exemplo, do óleo de coco, substância muito gordurosa, que só deve ser incluída na dieta em substituição a outra fonte de gordura, como o azeite, por exemplo.

Os anabolizantes

Treinamento físico é um processo. Tem início, meio e fim e deve ser praticado com objetivos específicos e graduais. Como já foi dito, os muito magros podem obter um corpo bem definido, se seguirem as instruções preconizadas pelos médicos e treinadores.

Não existem atalhos para a boa forma. Os anabolizantes esteroides podem contribuir para o desenvolvimento rápido dos músculos, mas os efeitos colaterais para o organismo tornam estas substâncias contraindicadas: aumento dos pelos, acne, queda de cabelo, engrossamento da voz, menstruação irregular, disfunções testiculares (como redução na produção de esperma e atrofia), alterações de humor, impotência sexual, hipertensão e ataques cardíacos.

Siga as instruções, mantenha uma dieta saudável e bom treinamento!

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.