Os 10 melhores lugares para acampar no Brasil

É difícil escolher os melhores locais, já que tudo depende das expectativas de cada um. Conheça dez lugares para acampar.

A pesquisa foi feita com base com sites em avaliação de destinos turísticos. Seja como for, é difícil organizar uma lista com os melhores campings do Brasil, já que as preferências variam bastante. Alguns turistas preferem contar com boa infraestrutura, com piscinas, quadras de esportes, restaurantes, bares, banheiros completos e até saunas. Outros preferem uma comunhão mais perfeita com a natureza, mantendo contato – por alguns dias – apenas com amigos e namorados.

Os mais aventureiros podem também escolher a prática de esportes radicais, como rapel, surfe, escalada, tirolesa, etc. Os que preferem acampar em locais mais preservados e com menos badalação não podem se esquecer de providenciar alguns itens obrigatórios: o ideal é fazer um check-list e conferir tudo antes de partir para a viagem.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Os itens básicos são os seguintes: barraca (claro), saco de dormir, isolante térmico, mochila (as melhores são as com vários bolsos e divisórias, para separar as bagagens, artigos de higiene pessoal, espaço para a roupa usada, etc.), kit de primeiros socorros, mapas da região (ou um GPS), calçados adequados, fogareiro portátil e trajes adequados para as condições climáticas.

Em Valença

O Centro Turístico do SESI, em Valença (BA), é um grande complexo turístico para crianças e adultos, trabalhadores da indústria e seus dependentes. Apartamentos e chalés, além de boa estrutura hoteleira, estão instalados em uma área de 225 mil metros quadrados com muito verde, cercada por coqueirais e dendezeiros. Oito mil metros quadrados do centro são reservados exclusivamente para quem quer acampar.

Para quem quer curtir a natureza mais de perto, o centro de Valença conta com boa estrutura: oferece aluguel de bicicletas, pontos de água e luz, vestiários, lavanderia, estacionamento e segurança 24 horas por dia. o espaço para os mochileiros fica a apenas dois quilômetros do centro da cidade, que tem boas praias e fica perto da ilha de Tinharé, famosa pelo povoado do Morro de São Paulo.

Descobrindo o Brasil

Também na Bahia, Porto Seguro é um conjunto de belas praias e recifes. O Mundaí Praia Camping oferece espaço para até 200 barracas e estacionamento para motor-homes (em uma alameda exclusiva para estes veículos), com ponto de luz e de TV, água e esgoto e banheiros completos.

O Mundaí está instalado em um terreno de 20 mil metros quadrados de área verde. O estabelecimento também oferece apartamentos para casais e grupos. O camping conta com campo de futebol, piscinas, quadras de esportes, lanchonete, restaurante, salao de jogos, churrasqueira e acesso sem fio à internet. Um cantinho charmoso é a Praça dos Encontros, equipada com chafariz, que lembra muito as praças tranquilas do interior.

Pousada e camping

O Costa Mares fica em Guarapari (ES) e também oferece bastante conforto aos turistas. Quem gosta de observar aves terá uma boa surpresa. As barracas podem ser montadas perto da área da churrasqueira, com espaço coberto de 70 metros quadrados. Outra grande atração é o solário, com vista panorâmica para o mar e as montanhas da região.

lugares-para-acampar-no-brasil-3

Os preços da lanchonete atraem especialmente os mochileiros; os hóspedes da pousada preferem as churrasqueiras e o restaurante. Com apenas R$ 10, é possível tomar um belo café da manhã. Tudo isto com uma distância do mar de apenas dez metros.

Mais do Espírito Santo

O Camping Itaipava, instalado em Itapemirim, às margens da Rodovia do Sol, também é um mix de pousada (com apartamentos e chalés) e espaço para acampar. O estabelecimento fica à beira das praias de Itaipava e Itaoca, conhecidas por sua tranquilidade. Muitos visitantes aproveitam para navegar em iates, praticar windsurfe e mergulho.

O camping ocupara uma área de dez mil metros quadrados, equipada com segurança 24 horas, pontos de eletricidade, banheiros, lavanderia, estacionamento, restaurante e playground. Também conta com estacionamento para motor-homes. A uma pequena distância, fica a praia de Pontal, uma região quase deserta, frequentada apenas por caminhantes e pescadores.

Dunas do Peró

O Camping Dunas do Peró fica em Cabo Frio (RJ), perto da praia das Dunas – uma paisagem fantástica – e da praia das Conchas, também disponibiliza chalés e apartamentos. O espaço para acampar oferece cantina, piscinas, mesas de pingue-pongue, quadra de vôlei de areia, campo de futebol, salão de TV e bosque. A higiene está garantida com dois banheiros para cada sexo, com seis chuveiros (apenas dois deles têm água quente), sauna seca e 12 sanitários. O camping também é equipado com máquinas de lavar pratos e de lavar roupas.

lugares-para-acampar-no-brasil-6

A área dos motor-homes pode abrigar até 60 veículos, com entrada individual, para garantir a segurança de todos. Os hóspedes contam com pontos de energia, instalações de água e esgoto e até pontos individuais para sintonizar emissoras de TV com antenas parabólicas. A pousada conta com playground, piscinas para adultos e crianças e salão de jogos.

Na serra

O Camping Quinta da Barra, em Teresópolis (RJ), já está em funcionamento há mais de 30 anos. O estabelecimento, que oferece piscina semiolímpica, quadras de esportes, tobogã, playgrounds, salões de jogos, sauna, restaurante, cantina italiana e churrasqueiras individuais, disponibiliza espaço para barracas e motor-homes.
lugares-para-acampar-no-brasil-12

As melhores opções, no entanto, são as caminhadas e escaladas. Há trilhas com diversos níveis de dificuldade. Quem gosta de acompanhar com frequência pode se transformar em um campista mensalista, pagando apenas uma taxa mensal. É possível aplicar piso cerâmico, balcão e uma parede de alvenaria, para viabilizar uma cozinha individual. Os mensalistas podem equipar o seu cantinho com avancês em toda a extensão dos veículos e com sobretetos de proteção.

Capital dos esportes radicais

Brotas, no centro do Estado de São Paulo, é um bom local para a prática de esportes radicais e do ecoturismo. A região é conhecida pelo seu potencial hídrico, destacando-se o rio Jacaré-Pepira, que conserva as águas cristalinas, entre muitas outras nascentes, cachoeiras, corredeiras e também a represa da cidade.

No Camping & Lazer Jacaré, é possível praticar diversos esportes aquáticos de aventura, como boia-cross, rafting (a prática noturna e uma atração à parte), canoagem e canyoning. Os visitantes que preferem mais conforto podem optar pela hospedagem em apartamentos, cabanas ou chalés. As três seções para acampar são totalmente ajardinadas, com pontos de energia elétrica e segurança 24 horas. É possível abrigar até mil mochileiros ao mesmo tempo, que contam com piscinas, lanchonete, quiosques, vestiários e estacionamento.

Ouvindo passarinhos

Em São Francisco Xavier (MG), em plena serra da Mantiqueira (o que garante boas trilhas), abre-se um espaço para curtir a natureza, descansar ou se aventurar, por exemplo, com um mergulho no rio do Peixe. A Hospedagem & Camping Canto dos Pássaros dispõe de uma boa área para acampar, além de cabanas, que comportam duas pessoas, para quem prefere mais comodidade.

O café da manhã é um dos pontos fortes do Canto dos Pássaros é o café de manhã, preparado apenas com produtos caseiros e orgânicos e servido ao som da alvorada dos passarinhos. Vale a pena optar pela diária com a primeira refeição do dia incluída.

As demais refeições, no entanto, devem ser feitas pelos turistas (o camping dispõe de cozinha, quiosques e lavanderia equipados com os eletrodomésticos e utensílios básicos). Há também uma área para jogos. Os banheiros são compartilhados.

Sempre acompanhados por guias experientes, os hóspedes podem fazer caminhadas de diversos níveis de dificuldade (com um pouco de sorte, é possível avistar o muriqui, o maior macaco da América Latina) e praticar esportes como rapel, canyoning e descidas de bote pelas corredeiras do rio. As atrações especiais são pagas à parte.

Sob a luz das estrelas

Esta é uma opção para quem tem espírito de aventura mais aguçado. Em Ubatuba (SP), que faz divisa com os municípios de Paraty (RJ) e Caraguatatuba (SP), é possível arriscar-se em uma escalada do pico do Corcovado, de 1.180 metros de altitude. Há trilhas íngremes e suaves e a recompensa é uma bela paisagem das três cidades, do oceano Atlântico e da Rodovia Rio-Santos.

É preciso estar em boa forma física para o desafio, que exige uma caminhada de sete horas. Duas horas depois do início, os visitantes podem fazer uma pausa na “igrejinha”. Ao lado, por um caminho menos íngreme, abre-se um mirante de tirar o fôlego. Os caminhantes não devem esperar nenhuma construção humana: a igrejinha é apenas um amontoado de grandes pedras, que podem passar longo tempo tentando entender como elas se mantêm em equilíbrio.

Ao chegar ao topo, depois de passar por uma cachoeira e muitas fontes, tudo o que resta fazer é observar a natureza, montar acampamento e preparar-se para uma noite tranquila. Não há nenhuma estrutura instalada no pico do Corcovado: é preciso levar tudo o que puder ser necessário: roupas, comida, água, fogareiro, etc.

Os cânions do Sul

Alguns passeios pelo Parque Nacional dos Aparados da Serra, na divisa entre os Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, é uma experiência indescritível. É possível acampar em várias fazendas da região, espalhadas por Cambará do Sul (RS), Praia Grande (SC), São José dos Ausentes (RS), Bom Jardim da Serra (SC) e Urubici (SC).

Em geral, os serviços são rústicos: os proprietários oferecem apenas estacionamento e área para armar a barraca. Os banhos ficam para os riachos ou em algumas hospedarias e as refeições, para os pequenos restaurantes caseiros à beira das estradas. Os passeios, no entanto, compensam qualquer desconforto. Caso haja algum problema, sempre existe a possibilidade de se hospedar em uma pousada e fazer passeios monitorados.

Aparados da Serra oferece passeios por trilhas de cânions e cachoeiras (como a cânion de Itaimbezinho – foto abaixo) em veículos com tração nas quatro rodas, caminhadas e cavalgadas para conhecer as cachoeiras e piscinas naturais da região (Véu de Noiva e Avencal, em Urubici, Nassucar e Reserva, em Cambará do Sul, Puma, em São José dos Ausentes, e muitas outras). Além disto, pode-se praticar rafting, descidas de corredeiras, mergulhar em alguns pontos, etc.

O grande segredo da reserva é o forte declive entre os dois Estados, que povoa toda a região com muitas serras cobertas por araucárias. A subida em alguns picos é amena e garante belas paisagens. Em outros, como a Pedra da Águia (também em Urubici), exigem resistência física e conhecimentos intermediários de técnicas de escaladas. Planejar as atividades com antecedência garante o sucesso da viagem.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.