O que é esclerose múltipla?

Uma doença ainda pouco compreendida pela população em geral, a esclerose múltipla afeta o sistema neurológico que se desenvolve a partir de lesões provocadas no sistema nervoso central do indivíduo. Ainda sem uma causa determinada, a doença pode se manifestar de forma progressiva, prejudicando o sistema imunológico e lesionando a camada de mielina – que protege o cérebro. Para tanto, o diagnóstico é feito através do exame de ressonância magnética.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Um grande equívoco em torno desse distúrbio é relacionado à idade do paciente. Ao contrário da ideia generalizada de que a doença se manifesta com maior incidência nos idosos, especialistas alegam que a esclerose múltipla é ainda mais comum em mulheres a partir dos 18 anos de idade.

A falha na coordenação motora é um dos sintomas mais claros da doença, como também o aparecimento de crises de perda do equilíbrio, dor nos braços, vertigem, perda de visão e audição. Os pesquisadores alertam apenas que é necessário estar atento a esses sintomas, uma vez que se confundem facilmente com outras doenças, como a labirintite.

Ainda sem cura, existem tratamentos e medicamentos que podem reduzir as crises oferecendo uma vida com mais qualidade ao paciente. Além disso, exercícios físicos, hidroterapia e fisioterapia também ajudam a promover a melhora dos sintomas.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.