O profissional de Gestão Ambiental

A preocupação crescente com o meio ambiente criou diversas profissões nos últimos anos. Uma delas é a gestão ambiental.

O gestor ambiental é o profissional que administra atividades econômicas e sociais para utilizar os recursos naturais – renováveis ou não – de maneira sustentável e racional. Entre as técnicas adotadas, estão a preservação da biodiversidade, reciclagem de matéria-prima, redução do impacto ambiental das atividades, recuperação de áreas degradadas, reflorestamento.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Os estudos sobre os riscos decorrentes da ação humana, a avaliação de novos empreendimentos e cursos de educação ambiental também estão presentes na rotina do profissional de gestão ambiental. Reúso de água, tratamento de efluentes e racionalização do consumo de energia também estão na pauta.

O profissional de gestão ambienta atua também na área pública, avaliando os riscos e impactos das obras de infraestrutura desenvolvidas pelos governos federal, estaduais e municipais. Por exemplo, o Instituto Chico Mendes, subordinado ao IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), já embargou diversas vezes as obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, que está sendo construída no rio Xingu, próximo à cidade de Altamira (PA). As atividades são complementadas por assistentes sociais e antropólogos, que avaliam os prejuízos para as populações humanas locais, e por biólogos, que estudam como fauna e flora serão afetadas.

No Brasil, a preocupação com as questões ecológicas surgiu no final dos anos 1970. De lá para cá, a pressão da sociedade, que gradualmente vai adotando a prática dos 5R: repensar e decidir a melhor escolha, recusar produtos que prejudicam o meio ambiente, reduzir o consumo, reutilizar embalagens e reciclar papéis, vidros, alumínio, etc. Isto obriga os empresários a repensar suas técnicas industriais.

A International Organization for Standardization, no início dos anos 1990, criou a certificação ISSO 14000, que estabelece regras sobre a gestão ambiental nas empresas. Para obter o certificado, necessário especialmente para quem trabalha com exportações, as empresas precisam obedecer a uma série de diretrizes, o que vem aumentando o mercado de trabalho.

O primeiro curso de tecnologia em gestão ambiental foi implantado no Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET), no Rio de Janeiro, em 1998. Desde então, o Ministério da Educação já autorizou a abertura de mais de 40 cursos em todo o país. A duração varia entre seis e oito semestres.

Bacharéis de qualquer área podem cursar pós-graduação (Stricto sensu) em gestão ambiental, inclusive a distância. A carga horária é de cerca de 1.300 horas, distribuídas em dois anos.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.