O mito sobre a sexta-feira 13

Temos uma série de mitos, lendas e superstições que rondam a “sexta-feira 13”, mas afinal, porque ela é tão temida por alguns e tão esperada por outros?

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Na numerologia trata-se de um número poderoso que evoca “evolução”. E sua soma (1 + 3 = 4) representa o todo, ou seja, os quatro elementos: água, fogo, terra e ar, porém a origem da “sexta-feira 13” propriamente dita é desconhecida.

Os cristãos acreditam que o mito sobre o 13 originou-se com a perseguição de Jesus Cristo neste dia, ou pelo fato do Mesmo ter celebrado a santa ceia com 13 integrantes.

Para os historiadores, embasa-se na recusa do ingresso do rei Felipe IV à ordem religiosa dos Cavaleiros Templários, que por sua vez, passou a ser perseguida a partir de da sexta-feira, 13 de outubro de 1307.

Temos também a lenda europeia que trata da maldição das bruxas, nas sextas-feiras com seus demônios, para rogar pragas contra a humanidade.

Uma história nórdica da reunião de 13 divindades também ronda o mito do dia 13. Diz-se que em uma reunião de 12 divindades importantes, uma não foi convidada e, sentindo-se ofendida, enfureceu-se contra os demais, criando o mito de que a reunião de 13 pessoas provavelmente acabará mal.

Mito, ou não, a sexta-feira 13 rende muitos comentários, textos, livros e até séries de terror estreladas no cinema.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.