O melhor de Campos de Jordão

No alto da serra, Campos do Jordão tem muito a oferecer aos turistas, ano a ano mais numerosos.

A cidade de Campos do Jordão fica a 1.600 metros de altitude, na serra da Mantiqueira, no interior do Estado de São Paulo. Dista 173km da capital e faz parte da recém criada região metropolitana do Vale do Paraíba. Chega-se pela cidade pela rodovia Floriano Rodrigues Pinheiros, que começa na Via Dutra, em Taubaté. É o município mais elevado do país.

Campos do Jordão é uma das 15 estâncias climáticas do Estado e é conhecida pelas temperaturas mais frias que a média nacional, por isto é visitada principalmente de maio a setembro, mas primavera e verão também têm médias mais frias, em torno dos 23°C. Já foram registradas precipitações de neve no município, a última delas em 1966. A arquitetura da cidade lembra construções suíças e alemãs, o que ajuda a criar o “clima” europeu.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

A cidade começou a ser visitada no final do século XIX. Fazendeiros abastados consideravam que o clima ameno de Campos do Jordão, sem tempestades prolongadas, ventos constantes nem umidade excessiva, melhorava as condições de tuberculosos, doença praticamente incurável na época.

A região era coberta por mata Atlântica, mas mudanças climáticas alteraram a flora, que hoje se constitui basicamente de campos. O friozinho é ideal para o cultivo de hortênsias, que são a marca registrada da cidade.

A vocação turística despertou cedo. Campos do Jordão recebe turistas desde o início do século XX, e isto explica a sua boa infraestrutura. Com relação à hospedagem, pode-se escolher desde pousadas simples até luxuosos hotéis de padrão internacional. O bairro Capivari concentra as atrações turísticas. Na alta temporada, a cidade, que tem cerca de 50 mil habitantes, recebe 1 milhão de habitantes – e os preços sobem bastante.

Em julho, o Festival de Inverno de Campos do Jordão atrai uma multidão de amantes da música clássica. Diversas empresas multinacionais instalam eventos para atrair novos clientes e muitas delas aproveitam para fazer convenções com seus revendedores. Eventos gastronômicos e congressos são comuns na cidade. As noites são agitadas.

Em paralelo, passeios nos parques da cidade e trilhas no entorno oferecem plena comunhão com a natureza. De teleférico, chega-se ao morro do Elefante, de onde se tem uma visão panorâmica da cidade. Um trenzinho inglês leva os turistas a Santo Antônio do Pinhal, uma cidadezinha que vale a pena visitar, especialmente a pedra do Baú, um mirante incrível, acessível também em grupos a cavalo.

Um passeio imperdível é o Museu Felícia Leirner. A artista polonesa doou cerca de cem obras para o Estado de São Paulo, que foram instaladas no jardim do Auditório Cláudio Santoro. As esculturas parecem integrar-se com a grama: são figuras humanas e animais bastante intrigantes.

Outra dica é visitar a fábrica de chocolates Araucária e conferir a fabricação artesanal de doces, geleias, sorvetes e, claro, chocolates. Campos do Jordão é mais que uma viagem: é uma experiência sensorial.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.