O marco zero da vida. Quando ela começa?

Com tanta polêmica sobre o início da vida, saiba o que a ciência diz a respeito do seu início.

Definir o início da vida não é tarefa fácil, cientistas, políticos, religiosos, defendem suas visões a respeito do que entendem como sendo o marco zero da vida e há tanta discórdia sobre o assunto que mesmo segundo o dicionário existem algumas divergências. O termo vida tem várias definições e interpretações, em algumas traduções a vida está definida como o espaço de tempo entre o momento da concepção e a morte, em outros, o espaço de tempo compreendido entre o nascimento e a morte e ainda há a definição de vida como o estado de atividade comum às plantas e aos animais.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Não vamos entrar aqui em questões políticas ou religiosas, pois quando se fala sobre o marco zero da vida, sobre quando realmente ela começa, acabamos por envolver diversas questões polêmicas e opiniões conflitantes, principalmente em relação ao aborto. O fato é que a vida tem um começo e, de acordo com a ciência, muitas visões diferenciadas e nenhum consenso para definir o seu real início.

Muita polêmica foi gerada quando a ciência começou a realizar estudos com células tronco, pois a discussão acerca do início da vida veio novamente à tona por aqueles que defendem o começo da vida quando o espermatozoide fertiliza o óvulo, pois a partir deste momento, é gerado um código genético único. Mas o assunto não se encerra por aí, há quem defenda que a vida começa efetivamente na terceira semana de gestação, porque é nesta fase que o embrião alcança a sua individualidade, outros afirmam que a vida começa quando acontece a fixação do embrião no útero, ou seja, quando ele realmente está em um ambiente propício para se desenvolver, o que seria por volta do 40° dia de gestação. Teoria esta, mais aceita pelos pesquisadores de células tronco.

A discussão vai ainda mais longe com diversas outras teorias que sustentam que o começo da vida se dá em outras fases da gestação ou ainda somente quando o feto já tem condições de continuar se desenvolvendo fora do útero materno e outros conceitos, como a visão fisiológica, que justifica o marco zero da vida somente no instante em que um bebê nasce e passa a ter autonomia para respirar, sendo independente da mãe.

A vida também é considerada vida quando o homem passa a se perceber como indivíduo, diferente dos outros, quando adquire consciência disso, mas olhando para tantas opiniões diferentes percebemos que o termo vida tem realmente muitos pontos de vista, muitos conceitos e teorias que ainda serão discutidos por muito tempo, não cabe aos cientistas definir quando ela começa, se um óvulo fecundado é ou não vida, pelo menos não levando em consideração a abordagem ética, talvez apenas no que diz respeito à que tipo de vida estamos falando. O fato é que existe algo, nesta questão, que o conhecimento humano ainda não pode explicar, enquanto isso cabe a cada um de nós escolhermos o que consideramos ético ou não e continuarmos discutindo o assunto para quem sabe um dia chegarmos a um consenso.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.