O incrível super menino fortinho

Liam Hoekstra nasceu quatro semanas mais cedo devido um pequeno buraco no coração, além de problemas nos rins, intolerância a lactose e refluxo estomacal. Vendo os problemas do garoto, a primeira atitude da mãe foi abandoná-lo.

Adotado pela família Hoeskstra, é bem cuidado, e alguns meses depois já estava curado de todos os problemas. A cura foi muito rápida, os pais logo perceberam que tinha alguma coisa diferente com o moleque.

Liam tem uma rara condição genética chamada “hipertrofia muscular ligada à miostatina”. O problema (se é que dá para chamar de problema) promove o crescimento dos músculos acima do normal, que não afeta o coração e não tem efeitos colaterais negativos (que maravilha hein), segundo os especialistas.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Liam tem um corpo de causar inveja a qualquer praticamente profissional de musculação: tem cerca de 40% a mais de massa muscular do que o normal, força, agilidade, fôlego e um metabolismo rápido a ponto de não ter nenhuma gordura corporal. Só para ter idéia, com 5 meses o super menino já era capaz de fazer o movimento “a cruz”, aquele exercício feito por ginastas em argolas suspensas.

Segundo sua mãe, com 8 meses Liam já fazia flexões na barra e tinha a barriga “rasgada”. Graças aos seus músculos, o pequeno Huck nunca se machucou em quedas.

Após um exame de sangue, os especialistas afirmaram que Liam não tem nenhuma mutação genética que bloqueia a produção de miostatina, mas um bloqueio natural. O caso do garoto é um dos aproximadamente 100 documentados em todo o mundo.

Sim, isso é incrível, digno de qualquer seriado ou novela de mutantes.

Eita menininho feio.

Via: Mdig.com.br

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

4 Comentários

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.