As músicas mais tristes de todos os tempos

Quem disse que música só dá alegria nunca teve um momento difícil. Veja quais as músicas mais tristes de todos os tempos e se debulhe em lágrimas.

Quem nunca em algum momento da vida de tão pra baixo, não ficou horas ouvindo só aquelas músicas de melodia triste e letra melancólica? Normalmente chamamos isso de um momento de ´´fossa“, onde escutar músicas de Zezé di Camargo e Luciano até celine dion é realmente uma demonstração que algo não vai bem.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Mas brincadeiras a parte, as músicas chorosas tem seu lado bom, pois é nesses momentos que geralmente conhecemos melhor nosso íntimo, e nos fortalecemos, nos tornando pessoas mais inteligentes emocionalmente falando, ainda que seja a base de muita música e lágrimas. Veja quais as músicas mais tristes de todos os tempos e prepare os lenços de papel.

Tears in heaven- Eric Clapton

Tears in heaven é daquelas músicas que mesmo sem saber a história dela, já dá vontade de chorar. A canção composta por Eric Clapton e Will Jennings, é uma homenagem de Eric a seu filho Connor, um menino de 4 anos que morreu em março de 1991, depois de cair da janela de seu prédio.

Na época a música alcançou todas as primeiras posições no mundo mas a partir de 2004, Eric Clapton decidiu não cantá-la mais por ser muito emotiva e deixar o público aos prantos.

Everybody Hurts- R.E.M

Quem nunca chorou com a música Everybody Hurts de 1992 do R.E.M? O toque suave assim como a voz do vocalista não lembra em nada outros sucessos da banda, mas com certeza é uma das músicas mais lembradas do R.E.M depois de Losing my religion de 1991. Na Inglaterra, ela ganhou uma votação pública como a música mais deprimente de todos os tempos.

Vento no litoral- Legião Urbana

A música melancólica, foi escrita por Renato Russo líder da banda, quando justamente ele passava por um momento de depressão. A música tem um tom de romantismo mas ao mesmo tempo de solidão, dor e uma ideia de morte o tempo todo. A música foi escrita na época que Renato descobriu que tinha aids, doença que o matou em 1996.

Apesar de ser uma das músicas mais tristes de todos os tempos, vento no litoral também é uma música que nos faz refletir sobre a vida e amores, e mesmo dando uma ideia de que tudo acabou, lembre-se que algo diz ´´…que a vida continua e se entregar é uma bobagem.“

Portanto ouça essa e todas as outras músicas, mas nunca se entregue a elas somente…a muitas outras boas músicas que enaltecem a vida, que devem ser sempre ouvidas.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.