Modelo de ofício – Aprenda a fazer

O ofício é um documento formal. A regra culta do idioma deve ser observada e os erros de grafia, evitados.

Como o próprio nome diz, o ofício é um documento oficial, endereçado a uma autoridade privada ou pública. Confira como fazer e um modelo de ofício.

Modelo de ofício   Aprenda a fazer

O objetivo destes documentos é comunicar um fato, fazer uma solicitação, pedir patrocínio. Autoridades também expedem ofícios, para determinar o cumprimento de uma ordem.

Por exemplo, quando um estudante precisa de um atestado de matrícula, faz um ofício à escola requerendo o documento. Um exemplo, para solicitar este atestado:

Ofício nº (dado pela secretaria da escola)

Ilmo. Sr. Diretor;

João da Silva, aluno regulamente matriculado nesta instituição de ensino na 3ª série B do curso de contabilidade, requer a V.Sª a expedição de atestado de matrícula e frequência às aulas, para obter horário de estudante junto à empresa em que trabalho.

Nestes termos, peço deferimento.

Local e data, seguidos da assinatura.

Quando um preso chega a um centro de detenção, a autoridade judiciária determina seu recolhimento e o preídio informa que a ordem foi cumprida e comunica outras notícias sobre a pessoa em questão.

Entidades assistenciais solicitam doações igualmente por ofício. Elas se dirigem a um doador regular pedindo donativos. Quando o pedido é feito a um provável doador, em geral é feito por carta ou pessoalmente.

O ofício, qualquer que seja o objetivo, segue uma regra geral de redação. É iniciado com um número, útil para acompanhar a tramitação nas instâncias em que o documento vai ser lido e encaminhado. Logo abaixo, é inserido o nome do destinatário, seguido do cargo e empresa ou órgão.

Ofícios seguem normas rígidas. De acordo com o cargo a quem são encaminhados, varia o tratamento. Para um diretor de empresa, deve-se acrescentar “ilustríssimo” antes do nome e, no corpo do texto, tratá-lo por “vossa senhoria”. Se o ofício é endereçado a um juiz, o tratamento é “meritíssimo”; no corpo do texto, “vossa excelência”. Parlamentares, apesar de tudo, devem ser tratados como “excelentíssimos”; o mesmo tratamento serve para membros do Ministério Público, procuradores, promotores e generais das Forças Armadas. Para o reitor de uma universidade, “magnífico”.

O texto do ofício deve informar inicialmente o nome do remetente (empresa ou pessoa física) e qualificação do remetente (endereço, CPF ou CNPJ, estado civil em caso de pessoa física). Em seguida, é feita a solicitação ou informação e a necessidade de prosseguimento da correspondência. Por exemplo, “servimo-nos do presente para informar a não realização da coleta de lixo e pedimos providências urgentes”.

Caso o ofício seja um pedido, segue-se a expressão: “Nestes termos, pede-se deferimento”, como no exemplo citado.

O ofício informativo é fechado com uma saudação (“votos de estima e consideração”).

Em seguida, é colocada a localidade e data do envio, ao contrário das cartas comuns, que começam com estas informações. Várias instituições disponibilizam modelos de ofício para preenchimento em seus sites.


GRÁTIS: Receba atualizações por Email:

Cadastre seu email e receba atualizações do Blogadão no seu e-mail. É grátis!

Comente no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

0 comentários

    Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.