http://www.forbrukslånhjelpen.no | forbrukslån depositum | forbrukslånhjelpen

Mitos sobre o estresse

O estresse está associado à agressividade, depressão ou ansiedade, provocados por uma situação hostil. Mas existem muitos mitos sobre ele.

O estresse é uma resposta natural do organismo a situações e ambientes hostis. O principal problema não é esta resposta, mas a forma como lidamos com ela. As mesmas exigências profissionais, por exemplo, podem gerar bem-estar para um indivíduo e sentimento de inadequação para outro. Quando surgem aspectos negativos, é preciso encontrar meios para neutralizá-los. Acontece que vários métodos indicados provocam o contrário. Como não existem receitas definidas, surgem os mitos.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Vamos começar com os conselhos para relaxar. Isto não significa que você vai deixar de lado suas necessidades pessoais e profissionais, ao contrário: deve concentrar-se nelas para encontrar a melhor solução, já que conviver e discordar caminham juntos. Se preciso, pode-se procurar ajuda profissional para encontrar o seu método de responder à condição negativa que se instalou.

É senso comum afirmar-se que não se devem levar problemas para o travesseiro. Mas se a fonte de irritação permanece, é melhor dar um tempo para repensar a situação desagradável. E o senso comum é sempre contraditório: outro ditado afirma que o travesseiro é bom conselheiro.

Existe outro fato. Se a pessoa, em vez de deitar-se na hora costumeira, perder minutos ou horas de sono para encontrar alívio, só vai conseguir obter cansaço e sonolência no dia seguinte.

Procurar um amigo e conversar. Isto só vale para fatos ocorridos recentemente. O fim de um relacionamento, por exemplo. É preciso passar por um período de luto e os amigos com certeza podem ajudar, mas se o indivíduo fica remoendo o fim do namoro que aconteceu há meses, os argumentos usados para tentar aliviá-lo só vão causar mais irritação. Novamente, este companheiro inconformado vai ter que encontrar em si mesmo a forma de superar sua frustração.
Racionalizações seguem o mesmo caminho. Não adianta repisar que a namorada já está casada há seis meses e hoje vive na Austrália. A resposta mental será: “mas eu quero!” e a sensação de incômodo e solidão tende a aumentar.

Relaxar, fazer ioga ou até ir pescar (como recomenda uma música popular) exercem efeitos benéficos sobre o estresse. Mas tudo depende do caráter. Nada disso é indicado para uma pessoa extrovertida, exuberante, que irradia energia. Só vai aumentar a ansiedade. Imagine alguém hiperativo obrigado a sentar-se em posição de lótus e ficar longos minutos meditando: certamente a mente trabalhará ainda mais rápida, divagando, sim, mas sobre os problemas acumulados e os que ainda vão fugir. Para este paciente, um esporte ou arte marcial são mais indicados.
O ser humano é multifacetado, fruto de experiências acumuladas ao longo dos anos. Não existem regras simples para uma espécie tão complexa como a nossa.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.